Microrganismo de Sexta: quero ver você pronunciar o nome dele!

Desde que cursei a disciplina de “Bacteriologia de Anaeróbios”, quando escutei o nome dessa bactéria pela primeira vez, que essa bactéria não sai da minha cabeça… Não só por seu nome (estranho e praticamente inpossível de ser pronunciado logo de cara), mas também por seu peculiar aspecto ao crescer em um meio de cultura. Essa bactéria é frequentemente isolada na microbiota oral e uma das principais responsáveis pelas doenças periodontais.

Senhoras e senhores, apresento-lhes o…

 Aggregatibacter actinomycetemcomitans

 – mas você pode chamá-lo, carinhosamente, de “Aa”!

Fonte: Derren Ready, Wellcome Images

ps: A nomenclatura dessa bactéria sofreu alterações há alguns poucos anos. Antes ela era incluída no gênero Actinobacillus. O epíteto específico foi mantido.


Você é microbiologista (ou não) e quer contribuir para essa nova seção do blogue? Entre em contato com a gente e mande sua sugestão. É só clicar na aba contato, no canto superior direito da nossa página!

Quer conhecer outros microrganismos curiosos? Fique ligado no Meio de Cultura! Você pode curtir a nossa página no Facebook e ou nos seguir no Twitter. Você ainda pode receber nossas atualizações diretamente no seu email!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 3 comentários

  1. João Marx disse:

    Dps eu vou dar algumas sugestões sobre algumas coisas que eu tenho curiosidade e vontade de saber como funcionam.
    Obrigado pelo espaço!

  2. O A. actinomycetemcomitans foi a primeira bactéria com que trabalhei, sob orientação de Luiz de Macêdo, na época na UFPI, e depois no mestrado no ICB/UFMG, no Lab. Microbiologia Oral e Anaeróbios (MOA)
    A forma de estrela vista na imagem é a do primo isolamento, com a “repicagem” as colônias vão perdendo esta característica. Mas no isolamento inicial esta forma da colônia facilita a identificação e isolamento da bactéria.
    É uma bactéria formidável, produtora de catalase, esta bactéria produz uma série de substâncias, dentre as quais o MOA já estudou com boa contribuiçãó para a literatura, as toxinas – leucotoxina – e as bacteriocinas, inclusive purificando uma bacteriocina não conhecida anteriormente. Esta bactéria é uma das mais importantes no entendimento das doenças periodontais.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM