Ansiedade de arrancar os cabelos

Conhece Nip/Tuck? É uma série sobre dois cirurgiões plásticos que lá nos EUA já está na sexta temporada, e que eu gosto muito de assistir pelos personagens estranhos que aparecem em cada episódio, além disso, de vez em quando um ou outro transtorno mental aparece também.
20091106_niptuck.jpg
No último episódio, o terceiro da 6ª temporada, descobrimos que Annie, a filha de um dos cirurgiões apresenta tricotilomania - ela arranca fios de cabelo, principalmente em momentos de ansiedade, às vezes engolindo-os, deixado até parte do couro cabeludo exposto.
Estranho né? Parece coisa de outro mundo, ou até mesmo uma doença. E é assim que o senso comum vê a tricotilomania: como uma doença. Dêem uma olhada nesta reportagem.
Só que essa “doença” tem tratamento: chama-se Terapia Comportamental. Coincidentemente vi na semana passada, na reunião da SBP, um painel expondo os resultados de um caso semelhante intitulado “Tricotilomania: um estudo de caso em terapia comportamental“, orientado pelo Prof. Flávio Borges. E não foi o único trabalho que vi neste assunto: no ano passado um outro feito sob orientação da Profª Ilma Britto, realizado aqui na PUC-GO, também foi divulgado.
A tricotilomania é mais um exemplo de comportamentos que parecem doença, mas que na verdade são comportamentos complexos que podem ser modificados, ou em outras palavras, tem tramento. A terapia produz resultados maravilhosos com transtornos de ansiedade (e outros também), mas é uma pena que tão pouca gente tenha conhecimento disso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 6 comentários

  1. Andreia disse:

    Legal, sempre quis saber o nome desse transtorno. Tenho essa mania de arrancar pelos do nariz quando tô ansiosa, reconheço, mas não consigo parar.
    Acho que muitos sentem vergonha de procurar terapia pra esses transtornos, até quando se torna grave demais e é preciso uma intervenção externa drástica.

  2. Gautier P disse:

    Nossa, que incrivel! Inacreditavel esse tipo de transtorno, muito interessante! E voce Felipe, tem alguma noticia de qual seria o tratamento! A forma? Estimulo reforcador positivo, aversivo, punitivo, qual seria sua ideia? Abracos!!!

  3. Sibele disse:

    Eu não arranco os cabelos… Eles caem sozinhos, mesmo! :P

  4. Gautier, não existe uma “receita de bolo”, pois a terapia é sempre adaptada ao cliente, mas nestes casos é importante o uso de técnicas de controle e redução da ansiedade, além do desenvolvimento de habilidades para o enfrentamento das situações estressoras e também treino de novos comportamentos mais adaptativos!

  5. camila disse:

    tenho conhecimento desse transtorno, pois passo pelo mesmo.
    é estranho, mas na hora de ansiedade e quando estou com
    as mao livres, eu começo arrancar, sem objetivo,
    mas alivia minha tensão. é uma coisa que nao consigo me conter
    estranho, mas tem cura, e cada dia tem sido uma luta comigo mesma pra me conter,
    e creio que com ajuda de alguem e Deus, eu consiga parar.

  6. Dri disse:

    Eh verdade que acontece em pessoas de QI baixo?

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

.

.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM