Uma solução para a fobia de agulhas

Você sabia que 10% da população mundial tem fobia de agulhas? Eu não estou falando de um simples medo, mas de fobia: a sensação de taquicardia (batimento acelerado do coração), sudorese (suor em excesso) e hiperventilação (respiração acelerada podendo gerar sensação de falta de ar) só de chegar perto de uma agulha. Muitos dizem que preferem morrer a tomar uma injeção (alguns devem ter morrido mesmo por não terem tomado alguma injeção importante).

Embora nossa história de vida modele a pessoa que somos, nunca devemos esquecer que todos nós da espécie humana compartilhamos centenas de milhares de anos de evolução, portanto alguns medos e prazeres são comuns a todos por terem sido importante para a espécie durante a evolução, como o gosto pelo açúcar e o medo de barulhos estranhos na escuridão da noite.

agulha

O tão comum medo de agulhas pode ter parte de sua origem em nossa evolução, em que foi necessário evitar dentes, garras, presas e armas pontiagudas. Em nossa história particular, se tivermos experiências desagradáveis com agulhas esse medo pode se tornar exagerado (fobia) e até se generalizar para outros estímulos associados, como seringas, médicos, jalecos e hospitais.

A terapia comportamental tem um histórico brilhante no tratamento de fobias, com suas técnicas de relaxamento e de dessensibilização. No entanto, estas técnicas podem custar tempo (e dinheiro). Para quem não quer seguir este caminho uma alternativa parece estar próxima: as microagulhas.

Com um décimo da largura de um fio de cabelo, a microagulha não atinge os nervos abaixo da pele, portanto não causa dor. Elas se dissolvem na pele e aparentemente ativam o nosso sistema imunológico de maneira mais eficaz que as injeções tradicionais.

Estas microagulhas ainda estão em fase de testes e devem entrar em circulação só daqui a alguns anos e não substituirão todas as injeções (por exemplo, não servem para coletar amostras de sangue), mas já quebram um galhão pra quem tem fobia de agulha.

Fonte: Cosmos Magazine

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 12 comentários

  1. Karl disse:

    Excelente, Felipe. Ia comentar que para coletar exames não dá mesmo. Algumas vacinas já têm tecnologia parecida, como a BCG.
    Doar sangue também, não dá.

  2. [...] informações de: Science Blog e Inovação Tecnológica. /* Avaliação deste artigo medicamentos, [...]

  3. Helen kailen disse:

    Adoro psicologia, se possivel seguir carreira, mais eu tenho uma curiosidade que eu ja ouvi algumas pessoas dizerem que todo psicologo e um pouco doido e eu ja fui diagnosticada com transtorno bipolar compulsivo estranho ne

  4. tenho que tirar amostra de sangue mas toda vez eu passo mal e agora e pro exame periodico da empresa??????

  5. Bruna Santana disse:

    Olá! Gostei bastante da informação e porém tenho uma pequena sugestão.Tenho fobia a agulhas e achei o blog quando fui fazer uma pesquisa sobre isso no google. Se possível, retirem a imagem da agulha, pois pessoas como eu podem nem conseguir ler o texto por causa dela… Consegui ler apenas porque tantei a imagem de longe com uma das mãos… Obrigada!

    • Karoline Duques disse:

      Também concordo que deveria tirar a foto. É agonizante, dá até um frio na barriga, ai!

  6. Edson disse:

    Nossa, quando posso utilizar esta técnica, pois espero por isso a muito tempo.

  7. Kamily disse:

    Pessoal, só de pensar em tirar sangue sinto vontade de chorar, a sensação de quando vou tomar soro na veia ou tirar sangue é de que estou me despedindo do mundo, parece que vou morrer. A pressão abaixa muito, já fazem 8 anos que não tiro sangue e sei que preciso porque tenho muitos mal estares e não sei o que é. D= O que eu vou fazer?

  8. fernanda disse:

    fico tão nervosa quando vou tirar sangue q minha pressão baixa e eu desmaio! rs toda vez isso acontece!

  9. Vvvvvv disse:

    Olá! Também tenho fobia de agulhas, mas encontrei uma maneira de aliviar bastante a agonia do exame de sangue. É o seguinte: Ao invés de fazer no braço, eu peço pra colher o sangue na mão. Quando entregamos a mão fechadinha para o enfermeiro, dá muuuuuito menos agonia do que o braço inteiro, vão por mim.
    Além disso, conheço gente que diz que fazer o exame deitado diminui muito a sensação de desmaio.

    Espero ter ajudado alguém =]

  10. LIPIA MATTA disse:

    tenho pavoooor em agulhas mas por culpa dos própios funcionários públicos que sempre que tiravam meu sangue ou iam me dar injeção eram muito grosseiros.tenho falta de ar.sinto como se fosse morrer quando tenho que tirar sangue.esses exames de sangue podiam ser substituídos por aquele aparelho que só fura a pontinha do dedo menos sofrimento pra gente.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

.

.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM