Sobre o Poliamor: é possível amar mais de uma pessoa ao mesmo tempo?

Vivemos em uma época em que a diversidade é respeitada e as pessoas estão cada vez mais a vontade para expressar o que sentem e pensam. O mesmo vale para a área da sexualidade humana, trazendo à tona temas antes pouco discutidos como o poliamor.

Poliamor é a “prática, o desejo, ou a aceitação de ter mais de um relacionamento íntimo simultaneamente com o conhecimento e consentimento de todos os envolvidos”.

bigloveinbed

Em 1929, o matemático e filósofo Bertrand Russel publicou o livro “Marriage and Morals”, em que questiona algumas noções vitorianas acerca do sexo e casamento, podendo ser considerado um dos precedentes da filosofia do poliamor. No entanto, o assunto ainda é pouco investigado sistematicamente.

Alguns autores destacam que enquanto relacionamentos poligâmicos são relativamente raros, acordos poliamorosos em relacionamentos monogâmicos são bem comuns. Em uma pesquisa de 1986 (já faz um tempo), de uma amostra de 3.574 casais casados, 15-28% afirmaram ter acordos que permitiam a não-monogamia em algumas circunstâncias. E a porcentagem era ainda maior para casais homossexuais femininos (29%) e masculinos (65%).

No entanto, outros autores criticam esta forma de sexualidade, afirmando que o amor quando dividido perde em intensidade ou que relacionamentos com mais de duas pessoas duram menos.

Enquanto não temos mais pesquisas sistemáticas para confirmar a veracidade destas críticas, deixo como sugestão aos curiosos o documentário a seguir, e aos psicoterapeutas clínicos, o manual gratuito chamado “What Psychotherapists Should Know About Polyamory”, publicado em 2009.

Poliamor from Zé Agripino on Vimeo.

Wikipedia: http://en.wikipedia.org/wiki/Polyamory
What Psychology Professionals Should Know About Polyamory
What Psychotherapists Should Know About Polyamory

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 1 comentário

  1. Udysson Alves disse:

    kkkkkkkkkkkkkk Hoje em dia tem muita gente q faz isso e acha normal. Cada indivíduo tem sua personalidade baseada nos mamíferos em “quanto mais fêmeas,melhor”, mas animais sobrevivem na base do instinto de preservar a espécie. Somos animais,mamíferos, dotados de uma inteligência maior, no qual a um critério de moralidade intrínseca. É um ramo da psicologia que deve ser bastante comentado nos dias contemporâneos.

    Não aprovo o “Poliamor”, pois chamais ficaria com 3 mulheres ao mesmo tempo. Cada mulher tem um tipo de personalidade que o homem se identifica, e ter várias mulheres para satisfazer um homem,pra mim é questão delas não se amarem realmente. Ou como diz o ditado “mau amadas”.

    Prefiro uma mulher mesmo, pois ela é tudo:com quem eu posso confiar, debater idéias,me compreender,o carinho se distribui em progressão geométrica,vc se identifica com ela,em cuidar, dar suporte,amor,preocupação quando ela precisa de algo.

    Mas tem gosto pra tudo né?É respeitar mesmo kkkkkk

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

.

.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM