Enxergando o que o cérebro vê

Esta pesquisa deve ser uma das que mais me impressionou no ano: um grupo de Berkeley reconstruiu vídeos a partir da atividade neuronal de uma pessoa!

Eles apresentavam aos seus sujeitos algumas horas de vídeos aleatórios enquanto uma máquina de RMf (ressonância magnética funcional) monitorava suas atividades cerebrais usando a técnica inovadora dos pesquisadores.

Depois que o aparelho já tinha montado um conjunto de informações sobre o cérebro do sujeito, era apresentado a ele um novo vídeo do Youtube (que ele não havia visto antes) e a partir da atividade cerebral a máquina tentava reconstruir o vídeo. E não é que o resultado ficou parecido?

Clique aqui para ver o resultado de outros três sujeitos.

É claro que não ficou perfeito, mas temos que lembrar que é uma técnica nova e este é só um primeiro passo. O autor do artigo ainda comenta que este método poderá um dia ser usado para assistirmos o sonho ou as alucinações de alguém. Medo!

Eu me pergunto quando poderemos fazer o contrário: enviar sinais elétricos e fazer com que a pessoa veja algo. Quem sabe os filmes e games do futuro não serão assim?

Vi primeiro no Neurobonkers.

ResearchBlogging.orgNishimoto S, Vu AT, Naselaris T, Benjamini Y, Yu B, & Gallant JL (2011). Reconstructing Visual Experiences from Brain Activity Evoked by Natural Movies. Current biology : CB PMID: 21945275

Um ode ao cérebro

Este é o nono vídeo do Symphony of Science, que cria músicas e vídeos baseados em falas e palestras de vários cientistas famosos. Este episódio é dedicado ao cérebro e inclue a participação de Carl Sagan, Robert Winston, Vilayanur Ramachandran, Jill Taylor, Bill Nye e Oliver Sacks.

Um pouco sobre os cientistas (que eu conheço) para você ler enquanto o vídeo carrega:

  • Pessoalmente sou grande fã do Carl Sagan, recomendo muitíssimo a quem não o conhece ler o livro “O mundo assombrado por demônios“.
  • O Ramachandran eu conheci no TED Talks, e gostei bastante de suas apresentações.
  • Jill Taylor é “a cientista que curou seu próprio cérebro“, ela sofreu um AVC seríssimo e recuperou para contar a história em um livro que comentei aqui.
  • Por fim, Oliver Sacks é o neurocientista autor de vários livros interessantíssimos que contam histórias de seus pacientes, como um caso que comentei aqui.
  • Além disso, um de seus livros virou filme: Tempo de Despertar, que confesso que me deixou com uma lagrimazinha no olho!

Com esse elenco sensacional, é claro que o vídeo é divertidíssimo! A mp3 está disponível no site do Symphony of Science.

Viajando na máquina de Ressonância Magnética

20100823_mushroom.jpg A psilocibina, descoberta nos anos 50, é uma substância química presente em certos fungos que pode provocar alterações na percepção e até alucinações. Como no caso de muitas outras drogas alucinógenas, ainda não se sabe descrever exatamente o que se passa no cérebro quando está sob efeito delas.
Quem já passou pela situação de uma tomografia ou ressonância magnética (RMf) sabe que a situação não é muito agradável: ficar 10 a 20 minutos imóvel dentro de uma máquina enorme e barulhenta. Para uma pessoa sob influência de alucinógenos então, pode ser até assustador!
Procurando evitar possíveis “bad trips” e outros efeitos colaterais de ordem psicológica, pesquisadores selecionaram nove sujeitos, aplicaram 2 miligramas de psilocibina nos mesmos e os colocaram em uma máquina de RMf. Só que uma máquina de madeira. O objetivo era verificar se eles conseguiriam fazer o exame sem grandes problemas.
Nesta pesquisa tudo correu bem, portanto aparentemente o caminho está livre para se usar uma máquina de verdade! Pode-se esperar mais notícias sobre a psilocibina no futuro!
20100823_fmrimachine.jpg
Vi primeiro no : NeuroKüz
Carhart-Harris RL, Williams TM, Sessa B, Tyacke RJ, Rich AS, Feilding A, & Nutt DJ (2010). The administration of psilocybin to healthy, hallucinogen-experienced volunteers in a mock-functional magnetic resonance imaging environment: a preliminary investigation of tolerability. Journal of psychopharmacology (Oxford, England) PMID: 20395317

.

.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM