Vídeo não recomendado a pessoas recém-alimentadas! Oferecimento: Efeito Ázaron – dica, reserve um tempinho para acessá-lo e ler os comentários, ou o post sobre se a Terra parasse de girar.

Uma das coisas que mais gosto na biologia é que ela é cativante. A pessoa pode não ter instrução quase nenhuma, que ainda sim tem a curiosidade desperta por algum ser vivo. Às vezes, a biologia vem até você.

É aquela hora em que te chamam: “Ei, fulano, você que é Biólogo…”. Como a vez em que me pararam para perguntar que tipo de lagarta estava em uma planta, por que ela era colorida, o que ela comia e se é verdade mesmo que ela vira borboleta.

Eis o momento biologia curiosa da autora do vídeo. Ela descobriu que estava com uma larva de mosca na cabeça (que veio de um ovo que ela provavelmente recebeu no pasto), também chamada de berne. Em algumas espécies de mosca, a larva cresce se alimentando de pele de animais vivos. Em outras, as larvas se alimentam de tecido morto, e podem inclusive ser usadas para limpar feridas.

Claro que ela filmou e descreveu todo o processo de retirada. A idéia é bem simples, é preciso tapar a extremidade que a larva usa para respirar, nó vídeo utilizaram um adesivo, mas até uma camada de vaselina serve.

Ah, e antes que você diga que é um parasita nojento e afins, pense em quanto a evolução teve que trabalhar para que ele pudesse fazer isso. Crescer dentro de outro animal, escapando de sistema imune, liberando anestésicos e anti-inflamatórios, as cerdas que ele precisa ter para não ser arrancado. Evolução é uma coisa linda – no dos outros, claro.

Fica a dica: um passei pelos vídeos relacionados não é nem um pouco recomendado, mesmo para os curiosos. (agora você vai querer ver né)

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...