ResearchBlogging.orgOs insetos assassinos (assassin bugs) são membros da ordem dos percevejos (Hemiptera) com uma habilidade muito interessante. São predadores pacientes, que esperam as presas e sugam os fluídos delas através do canudão (nome científico do rostro), o aparelho bucal elongado que pode injetar uma saliva venenosa que paralisa e dissolve os tecidos de sua presa. 

Alguns são famosos por conta do veneno, e possuem ferroadas que podem doer bastante e deixar cicatrizes bem feias. O barbeiro é um tipo de inseto assassino hematófago, que para sugar sangue possui uma saliva anestésica, e ao picar pessoas e defecar pode transmitir a Doença de Chagas. 
Com um estilo de caça que lembra bastante as aranhas, são um bom exemplo de convergência evolutiva (nome popular para a falta de criatividade do Criador). Acompanhem algumas fotos, fatos e vídeos destas celebridades destes insetos curiosos:
Os pêlos e espinhos
Uma das formas de segurar a presa com firmeza por tempo suficiente para introduzir o rostro e injetar o veneno são os espinhos que os insetos assassinos possuem nas patas dianteiras, que usam para agarrar as vítimas. Como a ninfa (estado juvenil) acima.
Ataque sorrateiro
assassino_mascarado.jpg
Como forma de se aproximar da vítima, ou melhor, de deixar a vítima se aproximar, existem vários comportamentos. O assassino mascarado (Reduvius personatus), por exemplo, possui pequenos pêlos no corpo que coletam todo tipo de sujeira por onde passa, de maneira que assume rapidamente as cores de fundo do ambiente onde está (a não ser que algum fotógrafo coloque uma folha sulfite embaixo).
Já o assassino de pernas penosas (este com um nome não tão imponente) vai mais além. Ele possui estas cerdas nas patas traseiras que usa para acenar e atrair formigar para perto de si. Quando elas se aproximam, ele libera um cheiro extremamente atraente que elas começam a buscar. E as glândulas que emitem este hormônio se localizam sob o seu abdome, posição estratégica para que elas busquem a fonte e fiquem no ponto mais vulnerável para serem atacadas pelo rostro. Cenas do incrível Life in the Undergrowth.
Por fim, o Stenolemus lanipes, que tem estas longas patas por um bom motivo. Ele é um predador de aranhas, e costuma andar pelas teias tateando em busca das presas, que atrai imitando um bicho preso. Quando a aranha se aproxima, ele usa as patas da frente para prendê-la e crava o rostro, injetando seu veneno. Após uma breve crise existencial e uma mais breve ainda ponderação sobre as ironias da vida, a aranha paralisada vira refeição.
Mais fotos e as fontes abaixo.
assassin_bug2.jpg

ninfas_inseto_assassino.jpg
assassino.jpg
wheelbug.jpg

Fontes:

 
Weirauch, C., & Cassis, G. (2006). ATTRACTING ANTS: THE TRICHOME AND NOVEL GLANDULAR AREAS ON THE STERNUM OF PTILOCNEMUS LEMUR (HETEROPTERA: REDUVIIDAE: HOLOPTILINAE) Journal of the New York Entomological Society, 114 (1 & 2), 28-37 DOI: 10.1664/0028-7199(2006)114[28:AATTAN]2.0.CO;2
 Wignall, A., & Taylor, P. (2008). Biology and life history of the araneophagic assassin bug Stenolemus bituberus including a morphometric analysis of the instars (Heteroptera, Reduviidae) Journal of Natural History, 42 (1), 59-76 DOI: 10.1080/00222930701825150
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...