Fui simpesmente massacrado no último enigma de sexta. Em questão de minutos, comentários e tuítes acabaram com o que achei que fosse durar pelo menos uma tarde.

Hyalopora_cecropia.jpg
Reproduzida com permissão de ©Rod Plank, tiradas ao natural, sem iluminação artificial e sem modificação posterior.
Tratava-se de uma lagarta Hyalopora cecropia, uma mariposa norte-americana que consegue atingir uma envergadura de asas de até 13 cm. Em um lindo exemplo de aposematismo, ela sinaliza com cores fortes os espinhos urticantes que possui. O desenvolvimento desta lagarta é bem bonito, e vai ser alvo de um próximo post.
ResearchBlogging.orgMas, por hoje, ficamos com lagartas de uma outra família de mariposas, a Limacodidae (se pronuncia Limacodide), conhecidas como lagartas-lesma, pelo formato e cores que possuem. Muitas possuem as patas verdadeiras atrofiadas, e se movem apenas com a ajuda das ventosas (patas falsas), e podem até deixar uma trilha de muco por onde andam. 
Estas lagartas são especialistas em produzir substâncias bastante irritantes e acumulá-las em microespinhos que entram na pele e liberam o veneno, algo bastante desconfortável, podendo causar inclusive náusea. Algumas conseguem inclusive deixar os espinhos no casulo que usam para fazer metamorfose. E, o que as torna atraentes para mais um post fotográfico, elas avisam com todas as cores e formatos o veneno que possuem:
 

Aqui, uma lagarta lesma caminhando sobre a folha. Reparem no tamanho da carapaça que ela possui para proteção, e onde fica escondida a cabeça. Quase todas as lagartas abaixo estão escondidas sob um dorso do mesmo tamanho. O vídeo possui uma versão em alta definição, para quem tiver banda. 
http://rwsphoto.blogspot.com/2008/05/luminous-green-spiky-caterpillar-series.html
http://www.flickr.com/photos/rwsphoto/4955704419/
Fotos reproduzidas com autorização de ©rwsphoto (que também possui um canal com os vídeos destas lagartas no youtube)
Estas são lagartas-de-cela, que recebem o nome por conta do padrão de desenhos no dorso.
Como o post possui muitas fotos, para não carregar a página principal as outras fotos estão no continue lendo. Cada foto foi renomeada com o nome da espécie, quando conhecido.

 
http://rlephoto.blogspot.com/2010/08/stinging-caterpillars.html
Reproduzida com permissão de ©Randy Emmitt
Mesmo com espinhos e um poderoso veneno, nem todos os predadores são detidos. As vespas parasitóides, minhas favoritas, ainda são capazes de pousar nas lagartas e depositar ovos com as larvas que vão eclodir e devorar a lagarta por dentro (como ilustrado por este vídeo imperdível), e depois sair e formar estes casulos amarelinhos de onde emergirão novas vespas.

http://www.flickr.com/photos/dominikhofer/4107361974/
http://www.flickr.com/photos/blueridgekitties/4936396463/in/photostream/
http://www.flickr.com/photos/51035796522@N01/282397052/
Com estas cores e um veneno violento, quem chutou que esta Calcarifera ordinata é australiana, acertou em cheio.
   
  ©Wikimedia
E para terminar, o lado de cima e de baixo, com as ventosas, de uma lesma-macaca ou mariposa de peruca, com uma bela cabeleira. Quando vista de longe, pode ser confundida com uma aranha.

Fonte: 

New, T. (2008). John L. Capinera (ed., with more than 450 contributing authors): Encyclopedia of entomology (2nd edn) Journal of Insect Conservation, 13 (2), 261-262 DOI: 10.1007/s10841-008-9207-9
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...