Cintura de plástico

Ontem eu estava cozinhando (eu adoro cozinhar) e me vi cercada por plásticos. Era o plástico que embalava as vagens, o plástico em embalava as cenouras, o plástico da garrafa de leite, uma sacolinha que eu nem consegui identificar de onde veio, duas sacolas que os feirantes usaram para colocar os sacos de vagem e cenoura, que depois eu coloquei na minha sacola de ráfia, mas já era tarde demais.
E isso me fez lembrar da sopa de plástico do Giro do Pacífico Norte, que eu publiquei, atônita, há um pouco mais de um ano atrás.
Consegui os endereços da pessoa que fotografou aquela tartaruga, não se preocupe se você não se lembra, vou colocá-la novamente aqui. E, descobri que além da dita fotografia conhecidíssima, também existem outras, que ajudam a contar uma história.
O fotógrafo em questão é um herpetologista, Dino Ferri, que na época trabalhava no Audubon Nature Institute, em New Orleans.
Imagine-se no lugar deste pesquisador. Conta Ferri que em um dia normal de trabalho, chegou um garotinho com uma caixa na mão. Ele tinha resgatado aquela tartaruga na praia e queria saber informações sobre ela, gostaria que o aquário do instutito cuidasse dela.
snapruler.jpg
A tartaruga, identificada como uma “snapping turtle“, foi submetida a uma série de exames que mostravam como um pequeno círculo de plástico, provavelmente de uma embalagem de refrigerante, poderiam interferir no crescimento do animal. As imagens eram chocantes.
snaptopview.jpg
Exames de raio-X mostravam que nossa pequena tartaruga era uma fêmea e estava gravidíssima. Os ovos podem ser vistos nesta imagem como esferas brancas na parte posterior do animal, espremidos no espaço anterior ao anel plástico. Muitos ovos (como compete a uma tartaruga de respeito).
snapdorsxray.jpg
A capacidade de reprodução de indivíduos de uma espécie diz muito sobre a saúde da espécie como um todo. Espécies que conseguem gerar descendentes férteis continuam na luta pela sobrevivência. As que não conseguem, se extinguem. Se um organismo consegue se reproduzir, as chances de que os descendentes deles carregem características que os possibilita sobreviver de modos inóspitos, como com um anel plástico envolta do corpo pode ser boa.
Infelizmente, nenhum dos filhotes sobreviveu.
snapsideview.jpg
Use plásticos conscientemente. Evite quando possível. Dê a destinação adequada para o seu lixo. Não jogue lixo em vias públicas, praias, lixões ilegais.
____________________________________________________
Imagens por Dino Ferri.
Saiba mais:
Brontossauros em meu jardim

Best life

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 21 comentários

  1. kelin saraiva disse:

    Choro apenas pq sinceramente o bicho sofre a irracionalidade dos humanos….triste!

  2. Mayra disse:

    nossa que chocante, triste

  3. Claudinéia Pinheiro de souza leite disse:

    Nossa, fiquei abismada quando meu Prof de biologia nos contou em sala sobre essa tartaruga fiquei um tanto curiosa e resolvi da uma olhadinha.
    sem comentários… só posso dizer q o nosso Brasil é mesmo uma vergonha!!!!

  4. sander disse:

    Posso estar errado, mas isso tem cara que foi de proposito por um imbecil.. isso sim é um lixo

  5. stephany disse:

    será que os filhotes não sobreviveram pelo fato de terem usado radiação na coitada tartaruga?

  6. E não só as tartarugas são enganadas pelas sacolas plásticas. Aves que habitam as regiões costeiras e mamíferos como o leão marinho também. É uma porcaria mesmo!

  7. Capello disse:

    essa tartaruga foi meio azarada.. mas nao é só ela… tartarugas marinhas tem uma dieta a base de aguas vivas, e acabam comendo sacolas plasticas pensando q sao as ditas cujas… engasgam.. e morrem…
    q porcaria né!!

  8. Maíra disse:

    Além disso, Paula, conheci uma química que me falou um monte sobre o mal que esses plásticos fazem à nossa saúde em contato com o alimento – principalmente os plásticos mais moles em contato com gordura. Você já deve ter lido coisas dela, a profa. Sônia Corina Hess.
    bjs!

  9. Pois é, Keka…
    É triste mesmo… Mas eu devo dizer pra vc que já faz quase dois anos que eu reclamo num blog (nesse, por sinal) e, embora possa não parecer, um ou outro sempre saem mais conscientizados!
    Abraços!

  10. Keka disse:

    Mell dells…
    Eu fiquei boquiaberta com a imagem da tartaruga. Pensava que nenhuma animal seria capaz de sobreviver a coisas como essa, mas ainda bem que existe a tal da adaptação, né? O que não mata apenas o faz mais forte. E quanto a poluição…bem o homem não percebe que acabando com os outros seres,acaba também com si mesmo. Pra mudar isso seria preciso cada um ver a sua propria morte. Eu fico muito indignada com isso e prefiro nem comentar, porque não é reclamando num blog que eu vou conscientizar as pessoas…

  11. Lele,
    É triste mesmo! Mas temos que usar esse sentimento pra mudar nossas atitudes e pra ajudar outras pessoas a mudarem a delas também! Cada vez que mostramos como é fácil colaborar com o meio ambiente, menos essas coisas tendem a acontecer!

  12. Cybergirl!
    Muito obrigada por dividir sua opinião conosco!

  13. O caso dos plásticos oxibiodegradáveis é muito sério! Tem muita gente por aí que acha que plástico oxibiodegradável é inofensivo para o meio ambiente (como o nome faz pensar).
    Melhor mesmo é usar sacolas que podem ser reutilizadas várias vezes!

  14. Carlos Hotta disse:

    O pior é que a tartaruga de cintura de plástico é só a ponta do iceberg!
    Milhões de organismos menores morrem com o estômago cheio de pedacinhos de plástico! O plástico pode até desaparecem das nossas vistas, como no caso dos “biodegradáveis”, mas eles só estão sendo quebrados em pedaços cada vez menores e mais letais…

  15. Oi Vitor
    Não tenho informações sobre isso… não sou especialista em tartarugas e o Dino Ferri também não citou nada a respeito. Nem sei se há estudos sobre capacidade respiratória em tartarugas… sorry!

  16. victor disse:

    Oi Paula,
    fiquei curioso, o anel náo atrapalhava na respiração?

  17. cybergirl disse:

    E aí? Vc já tomou refrigerante na praia e jogou displicentemente a tampinha com anel plástico na areia? Quem sabe é o anel plástico da sua garrafa que fez esse estrago… Estragos ainda maiores são causados por sacos plásticos na água e latinhas de cerveja e refrigerante.
    Ainda bem que eu não carrego esse peso na consciência. Essa tartaruguinha não ficou assim por minha causa. Meus pais sempre me ensinaram a respeitar o meio-ambiente mesmo antes disso virar “moda”.

  18. Lele disse:

    chorei só de ver, e o pior é que a culpa é nossa, porque nós que somos os seres mais evoluídos somos tão patéticos assim ao ponto de não conseguir cuidarmos nem do que é nosso? =/

  19. Paula disse:

    Não Flávio…
    Infelizmente não houve recuperação, mesmo após a remoção do anel…

  20. Flávio Liberal disse:

    Impressionante, o casco e o corpo interno se moldaram ao plástico! Como foi após a remoção do anel? Talvez a parte muscular tenha alguma recuperação!

  21. Claudia Chow disse:

    Qdo vi essas fotos pela primeira vez fiquei muito chocada e agora saber q a tartaruga estava gravida me deixou mais triste ainda.
    É absurdo ver essas coisas acontecerem na natureza.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM