E o que me resta é bem pouco

Post de alerta para o Dia da Mata Atlântica

Alvorada lá no morro, que beleza
Ninguém chora, não há tristeza
Ninguém sente dissabor
O sol colorindo é tão lindo, é tão lindo
E a natureza sorrindo, tingindo, tingindo
( a alvorada )

Rodoanel.png
Fonte fotografia
centro_imigrantes.png
Fonte fotografia

hopi hari.png
Fonte fotografia

Você também me lembra a alvorada
Quando chega iluminando
Meus caminhos tão sem vida
E O QUE ME RESTA É BEM POUCO
OU QUASE NADA, do que ir assim, vagando
Nesta estrada perdida

______________________________________
Música: Alvorada, Cartola.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 2 comentários

  1. Triste ver como os biomas são postos em segundo plano em pról do “desenvolvimento”, né?

  2. Davi disse:

    Doi pensar na tamanha biodiversidade que foi perdida (e ainda é) no bioma Mata Atlântica.. que mesmo tão reduzido ainda é um dos mais ricos e lindos do mundo.
    As vezes dá uma vontade de bater em alguns políticos….

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM