Chá de graviola NÃO cura o câncer!


Esse spam é o que segue abaixo. Caso receba qualquer coisa desse gênero, principalmente não assinado, nunca repasse. Se achar interessante, uma busca prévia no Google é o mínimo que se pode fazer para confirmar uma informação. Essa foi a primeira página que encontrei ao procurar sobre este spam da graviola: http://www.quatrocantos.com/LENDAS/133_graviola.htm. Está excelente. Pode mandar os spans pra mim também. Assim posso tentar descobrir a veracidade e colecionar as aberrações, o que seria um hobbie interessante
Mas sobre este spam específicmente: se curar é placebo. E se tiver algum efeito, não vai ser o chá bruto o melhor meio de cura.
Como já havia dito aqui, CURA do câncer é dificil, controlá-lo é o caminho mais plausível.
E convenhamos, dizer que “funcionou pra minha cachorrinha” deu um toque de credibilidade fantástico, além de ser muito fôfo!
P.S.: Aqui segue uma bandeira de paz para quem gosta de graviola. Ela pode não curar o câncer, mas que essa receita com salmão e maracujá deve ser ótima, ah isso deve.

Tenho uma colega que possui uma cachorrinha que estava desacreditada
pelos
veterinários, pois estava tomada de câncer, ou seja, metástase.
Como não havia mais solução e nem tratamento para a cachorrinha, e
nada
tinha a perder, essa colega foi orientada a dar o chá de folha de
graviola
para sua cadelinha.
Acreditem, após 1 mês 1/2, ela voltou ao veterinário para fazer um
novo
exame e nada mais foi encontrado.
As células cancerígenas haviam desaparecido.
P.S: abaixo segue um informativo sobre a folha de graviola.
A ERVA QUE CURA CÂNCER
Recebido de Dr. Rômulo d’Avila (que é médico).
Repassem aos seus contatos. Notícias assim não são divulgadas por
causa da
pressão dos grandes laboratórios farmacêuticos. Mas esse é o lado
bom da
Internet.
Foi pesquisado pela USP e é válida Dr. Panuzza confirma.
SE VC CONHECE ALGUÉM QUE TEM CÂNCER, POR FAVOR ENCAMINHE ESSE
E-MAIL.
MAS MESMO QUE NÃO CONHEÇA ENCAMINHE A OUTRAS PESSOAS,PORQUE QUEM SABE
ESSAS
POSSAM AJUDAR ALGUÉM QUE PRECISE.
ALÉM DE CURAR O CÂNCER, ESSA FOLHA TEM OUTROS BENEFÍCIOS.
*ABAIXO SEGUE COMENTÁRIO:**
**
*FOLHA DE GRAVIOLA
A folha de graviola cura câncer. Segundo Evandro Romualdo,um amigo lhe
confidenciou a seguinte história:
Que sua esposa após descobrir um câncer no seio que chegou a se
espalhar
pelo seu corpo, estava praticamente com os dias de sua vida contados.
Foi
então, que ele descobriu uma
publicação sobre o CHÁ DE GRAVIOLA.
A notícia estava em um site e o título do artigo é CANCER MAGIC
BULLET
DISCOVERED, but drug giants hushes it up!
- 10,000 times stronger than chemotherapy with no adverse side
effects…..
Na reportagem eles citam o quanto o extrato da GRAVIOLA é 10.000 vezes
mais
forte do que a quimioterapia por drogas,e sem efeitos colaterais.
Citam também a árvore como sendo encontrada na floresta Amazônica.
Enfim, a esposa dele também tomou o chá, e em dois meses não tinha
mais
nenhuma seqüela ou ferida.
Hoje está viva e saudável!
AQUI FICA A DICA PARA QUEM PRECISAR, SE PUDER DIVULGUE,QUEM SABE ASSIM
CONSEGUIMOS AJUDAR MAIS PESSOAS COM ESSA NOVA DESCOBERTA.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 214 comentários

  1. Gabriel LA Cunha disse:

    Pena… muita pena mesmo de quem tem algum parente com câncer, ou tem a doença, e pega um e-mail desses pela frente…Mas nós somos assim mesmo: sempre tem um jeito te tentar se aproveitar do próximo.

  2. Vinício disse:

    Com certeza! De tudo temos que tirar a prova. Mas o que o amigo diz sobre as informações contidas neste site?
    http://www.rain-tree.com/graviola.htm

  3. Rafael [RNAm] disse:

    O amigo diz que as publicações científicas citadas neste site não são muito dignas de nota para me fazer tomar esse chá. O impacto dessas revistas é muito baixo (e sim, dá pra medir a relevância das revistas científicas). Se a coisa se desenvolver vai acabar aparecendo em revistas melhores e pesquisado por grupos mais respeitados.
    Melhor dar tempo ao tempo.

  4. penha bezerra disse:

    meu irmao esta com um tumor no tronco celebral e por conta da sua localizaçao nao ha possibilidade de cirurgia o cha da graviola é um bom resultado para esta doença.

  5. Rafael [RNAm] disse:

    Você está querendo dizer que já resolveu ou vcs vão tentar ainda? Quem indicou isto pra vc?

  6. Soraya disse:

    Olha só pessoal, eu acho o seguinte, só quem passou por essa doença ou tem alguém próximo q passou sabe q temos q nos agarrar até o último fio de esperança. Acredito q se não faz mal, qual o problema em tentar????? Não precisa parar o tratamento com a quimioterapia mas acho q se deve tentar sim….

  7. Rafael [RNAm] disse:

    Esse é o princípio básico que faz o charlatanismo funcionar: aproveitar da fragilidade das pessoas.
    Não dá pra acreditar em tudo só pelo desespero. Temos que ser razoáveis em qualquer situação, principalmente nesses momentos de fragilidade.

  8. Juliana disse:

    Ola, gostaria de saber se o usuario “penha bezerra” se o irmao dele ja tomou o cha de graviola e se deu resultado, pois tenho meu cunhado com tumor na quinta vertebra cervical e vai ser sibemtido a terceira cirurgia de risco….
    Goastaria mto de saber se o cha faz realemnte um bom efeito..
    Obrigada

  9. ROZANGELA disse:

    ESTOU TOMANDO O CHÁ DE GRAVIOLA DUAS VEZES POR DIAS, TENHO CIRURGIA MARCADA PARA DIA 11/12 CONFORME FOR O RESULTADO EU VOLTO A ESCREVER AQUI.

  10. Estela disse:

    Gente vale a pena tentar sim, tudo o que possa ajudar é sempre bem vindo! falam que não cura nada etc e tal mas e a medicina convencional? o que tem ajudado?
    muitas veses quase nada… digo isso de carteirinha pois enfrentei casos e casos em minha familia e nada resolveu.Perdi mãe irmã, cunho , cunhada, sogro, primas e mais…
    estou com uma pinta suspeita na pele, estou tomando babosa com mel, estou melhorando até de outras coisinhas que não esperava e tenho muita fé que essa pinta vai melhorar…estava acontecendo omesmo que aconteceu comminha mãe e no entando a casca esta regredindo e parece que vai cair, o que sera o grande sinal de que esta melhorando. tomem sim os remedios alternativos, eles não dão lucros para as induustrias farmaceuticas mas podem nos ajudar e muito! Afinal são dadivas de Deus!
    boa sorte a todos! espero voltar aqui e contar como tudo esta dando certo pra mim! e espero que de certo tb pra todos que buscam melhoras na natureza!
    Estela

  11. Rafael [RNAm] disse:

    Fiquem a vontade para tomar o que quiserem, mas dizer q a medicina tradicional não funciona pra nada é negar q a esperança de vida no mundo todo tenha aumentado vertiginosamente desde o começo da medicina moderna, principalmente desde o uso da penicilina. Recomendo o meu post que fala sobre como os remédios são testados antes de irem para as prateleiras das farmácias.
    http://lablogatorios.com.br/rnam/2007/03/com-dinheiro-e-saude-nao-se-brinca/
    É um processo cuidadoso e muito controlado por orgãos independentes. E se a medicina tradicional não opera milagres é porque ela nao dá passos maiores q as suas pernas, justamente para nao por a nossa segurança em risco.

  12. Fábio disse:

    Bom dia! Eu recebi o “tal e-mail do chá”, pesquisei e conclui que não há provas científicas e nem “práticas” suficiente para afirmar os resultados reais. Porém, neste link: http://www.quatrocantos.com/LENDAS/133a_graviola.htm
    li alguns comentários de um texto do próprio site sobre o assunto, e muitas pessoas (inclusive que assinaram, apesar de não ter como verificar se elas existem e tudo o mais) afirmam ter algumas veracidades. Nem tudo é verdade, há “excesso” e também “ausências” de informações, mas de um modo geral, aparentemente é uma esperança para quem sofre deste mal.

  13. regina disse:

    Mas afinal, qual é a propriedade da folha da graviola? Pra alguma coisa ela deve servir, já ouvi falar até que serve para emagrecer…

  14. Rafael [RNAm] disse:

    Aí q está, não se sabe.
    Apareceu essa lenda. Veja o link q está no post e reproduzo aqui. Ele esplica a origem da lenda: http://www.quatrocantos.com/LENDAS/133_graviola.htm

  15. ruth disse:

    DRIFTOi pessoal,
    A graviola vem sendo usada a muitos anos, é uma cultura popular, bem mais consumida na região norte e nordeste de nosso Brasil.
    Pode ser lenda ou efeito placebo, mas ja foram confirmados va ria curaras de determinados cancer.
    Tenho conhecimento de pesquisas em andamento pra confirmar o poder curativo da Graviola.
    De qualquer forma, quero dizer o seguinte: Cancer na grande maioria e receber uma centença de morte, então porque não tentar?
    Eu quero pedir as pessoas que tem cancer e estão tomando a graviola, deixem seu testemunho de cura ou não.
    O MUNDO PRECISA SABER DISSO.

  16. Rafael [RNAm] disse:

    A muito tempo que câncer deixou de ser uma sentença de morte, como já disse em outra postagem: http://lablogatorios.com.br/rnam/2008/04/comentando-pesquisa-mostra-o-cancer-como-doenca-gerenciavel-dentro-de-dez-anos/
    E insisto, se há trabalhos sérios, mande a indicação deles. senão não há como ponderar essa sua informação.

  17. geovane disse:

    primeiro á folha da graviola e natural naõ faz mal. quem é esse rafael rnan tem varios e-mail dele

  18. Rafael [RNAm] disse:

    Prazer, geovane, sou o rafael, proprietário deste blog que vos fala!
    Só uma coisa: todos os venenos são naturais também, nao se esqueça.
    Graviola parece não fazer mal, o meu problema com ela é q ninguem prova q faz bem tmb! E tem gente vendendo capsulas disso e ganhando dinheiro com essa informação errada.

  19. Joel disse:

    Quero esclarecer para esse Rafael (dono deste blog) que, ou ele está sendo ridículo, ou está utilizando aquelas palavras agressivas contra a Graviola pelo mero interesse de atrair a atenção. Pois bem, no meu caso, funcionou, tendo em vista que resolvi dar meu depoimento, caso ele (Rafael) publique minhas palavras: estou com um câncer de próstata há mais de um ano e certamente estou vivo em razão do uso de fitoterápicos, um dos quais a graviola. Se houver publicação do meu depoimento, trarei mais explicações àqueles que necessitarem. Mas não posso admitir gozação com coisa séria, por pessoas que nada estudam nem estão com o problema na pele. Esperar cura de câncer da medicina tradicional é besteira, ainda, infelizmente. Não sou favorável a qualquer demonização dos médicos tradicionais, mas que eles “enchem o saco” com essas coisas de remédios “autorizados” pelos mafiosos da indústria farmacêutica, é uma realidade.
    Acho o debate saudável e espero o retorno, pois tenho muito a dizer.
    Joel

  20. Rafael [RNAm] disse:

    Sinceramente o debate deixou de ser saudável no momento em que Joel baixou um pouco o nível da conversa.
    O espaço está aberto. Mande dados e resultados das pesquisas com a graviola.
    Mantenho minha crítica de como estas informações são divulgadas. Spams de resultados em “cadela do meu vizinho” é algo que todos devemos concordar ser uma afronta a pesquisas sérias e às pessoas doentes

  21. Rafael [RNAm] disse:

    Reproduzo aqui um comentário que explica minha visão sobre assuntos como este:
    Querido Arlindo, “resultados impressionantes” teriam necessariamente que estar registrados em alguma publicação ou periódico científico.
    Se você se interessar, posso te passar dezenas, centenas, de sites que mostram “resultados impressionantes” no tratamento de diversas doenças.
    Como pesquisadores que eu e o Rafael (dono deste espaço) somos, temos por obrigação o ceticismo até que se prove o contrário.
    Tudo bem que em vários casos somos chamados de “chatos”, “estraga-prazeres”, “mal-comido” ou qualquer outra coisa, mas essa vertente do nosso comportamento (ou seja, a crítica e análise ininterrupta de “dados” que nos são apresentados) é um quesito obrigatório para a nossa boa formação na Ciência.
    Mas, em alguns casos, quando não há um mínimo de compromisso com o padrão exigido para se fazer qualquer comunicação científica (o mínimo aceito é uma apresentação em algum congresso de relevância mínima), não temos a menor inclinação a aceitar qualquer dado apresentado.
    E é exatamente isso que essas dezenas, centenas de sites que falei anteriormente (incluindo o Dr. citado no post), fazem. Desse modo, não, não aceitaremos esse tipo de anúncio.
    Quer fazer sua pesquisa ser observada com um mínimo de atenção ou respeito? PUBLIQUE.
    Todos os maiores cientistas da atualidade são obrigados a publicar mais e mais, para manterem seu status de “referência” em suas respectivas áreas.
    Publicações essas, de extremo rigor e método científicos, que passam por um sem-número de avaliações até que o periódico que recebeu a publicação dê o OK e aceite o trabalho.
    O que esses “médicos” que anunciam curas na internet acham que têm de especial?
    Pense nisso.
    Até mais :)

  22. Amorim disse:

    Eu acho engraçado uma coisa… O dono do blog já intitulou o assunto como “Chá de graviola NÃO cura o câncer!”. Gostaria de perguntar uma coisa. Você fez alguma pesquisa relevante com a planta ou somente fez uma pesquisa “na internet” pra chegar a à essa conclusão? Meu amigo, pelo menos coloque em dúvida o título, pois assim você acaba com a esperança de cura de quem tem essa doença. Vou te dizer uma coisa… Se eu tivesse essa doença, até merda eu comeria se alguém me falasse que curava. Se você não é cientista pra fazer uma pesquisa séria com a planta, não tire a esperança dos outros.
    Abraço a todos.

  23. Rafael [RNAm] disse:

    Tem muita coisa que eu acho engraçada, mas muito mais me revoltam. Sou pesquisador na área de câncer sim (veja meu perfil ao lado do blog) E o que me revolta é ver tanta gente defendendo uma idéia sem base sólida.
    pesquisei sim, e na internet sim, dentro de todas as revistas científicas do mundo. Todas estão neste banco de dados http://www.pubmed.com.
    Todo cientista manda suas publicações para lá, para que sejam apresentadas e testadas. E se não está lá, ou é segredo de empresa ou não foi feito um estudo sério.
    Além de eu mesmo fazer pesquisa em oncologia, sei como é difícil publicar uma idéia numa revista dessas, que exigem dados muito bem testados. Por isso confio no que sai nesse banco de dados.
    Ao contrário de spams de emails que as pessoas insistem em defender.
    Enquanto nao houver pesquisa séria, melhor se precaver dizendo que NÃO cura, e fazer as pessoas pelo menos duvidarem, do que dizer que cura como se fez neste spam.
    Por favor, não defendam tratamentos que não foram testados de acordo com as normas internacionais de segurança. isso não é brincadeira

  24. clarice disse:

    Curar o câncer já não sei, mas que deve ser bom pra alguma coisa isso sim, porque tenho uma amiga q fez cirurgia do câncer de mama e seu médico mandou ela tomar todos os dias o chá, e mãe de outra amiga q tb tem câncer seu médico tb mandou ela tomar o chá.

  25. Fabricio disse:

    Prezados,
    Tive uma prima muito próxima que infelizmente faleceu em decorrência de um câncer que tomou todo o seu corpo. Muitos foram os tratamentos a qual se submeteu e tentativas diversas de outros tratamentos alternativos. Na època, tudo que falavam de produtos naturais e formas de preparo foi tentado. Lamentavelmente a doença não foi contida! Evidente que a esperança é o combústivel que nos alimenta e é muito importante que o paciente acredite que os tratamentos vão dar certo, porque isso ameniza o sofrimento. Por outro lado, realmente, pelo que acompenahei e obtive através dediversos relatos médicos, as pesquisas são extremamente rigorosas e os resultados são publicados somente após anos e anos de estudos acadêmico e prático. A utilização indiscriminda de chás pode até mesmo causar intoxicação e piorar o estado do paciente. No entanto, pesquisadores só acreditam nos efeitos positivos após a comprovação científica, e com razão. Lado outro, se o chá da graviola não faz mal e mesmo que ainda não existem resultados cientificos comprovando a eficácia do tratamento com a graviola, é importante para o paciente acreditar que aquilo fará bem. Infelizmente, tem que gente que se aproveita de uma situação vulnerável de familiares que estão envolvido emocionalmente com a enfermidade e acabam sendo extorquidos por aproveitadores. Portanto, continuo acreditando na ciência e acho que todos tem que ficar atentos e não suspenderem os tratamentos tradicionais. Mas, se acreditam que o chá tem eficácia, todos devem continuar tomando. Uma dica, congumelo do sol é um aliado importante no auxílio ao tratamento, e existen resultados científicos comprovando isso.

  26. sidney disse:

    Gostaria de parabenizar pela reportagem, pois o chá da graviola, certamente não irá fazer mau nenhum para o paciente, portanto, tomar o chá com certeza ira dar uma nova esperança para o paciente,portanto,não custa nada tomá-lo, pois eles não estão vendendo nenhum tipo de medicamento, somente indicando um chá que poderá ou não curar a pessoa de cancer, como também o remédio feito com a babosa, mel e wisk. estetambém não faz mau e já curou muita gente.
    Muito obrigado

  27. Rafael [RNAm] disse:

    Estão sendo comercializados “remédios” de graviola sim. Até anunciaram mais acima num dos comentários.
    Ganhar dinheiro com falsas expectativas é crime.

  28. Renato disse:

    Bem, se não faz mal e algumas pessoas são curadas pelo efeito placebo, qual o problema ???? Sou contra esse negócio de cartilagem de tubarão que além da doença deixa o cara acabado financeiramente. Minha mãe tem essa doença e se ela melhorar, viva o placebo !!! Meu amigo Rafael, entendo seus argumentos, eram os meus também antes do diagnóstico na minha família. Pense bem, se fosse na sua, não arriscaria um chá que não custa nada e não faz mal ? não tentaria mesmo com 0,0000001% de chance de dar certo ?

  29. Renato disse:

    Ou o efeito placebo não está devidamente provado cientificamente ??

  30. Rafael [RNAm] disse:

    Renato,
    concordo mesmo com vc. Se for provado q não faz mal, tudo bem. Mas nao existem estudos q comprovam tambem a inocuidade do chá. Mas parece q nao faz mal mesmo…
    E efeito placebo funciona sim. Mas talvez terapia ou meditação funcione na mesma via. O que não quero é q as pessoas fiquem suscetíveis a qualquer clamor de cura. Pq tem muito malandro que se aproveita disso.
    Valeu

  31. Ana disse:

    Bem eu tenho cancer, primeiro um cancer de mama, fiquei dois anos aquardando um cirurgia, a médica todo mês falava que não tinha como fazer o operação. Fiquei dois anos em tratamento, QT e Radio e mais comprimidos. E o tumor não reduziu sofri muito, porque ele saiu e colocava sangue e secreções. Até que um dia uma médica veio ver como poderia me ajudar, e ela sugeriu uma mesa redonda. E por minha surpresa os Médicos perguntavam (Por que a demora da sua cirurgia?) E eu não tinha o que responder. Bem finaumente foi marcada acirurgia 10/10/2008, e Deus permitiu que corresse tudo bem tive uma boa recuperação.E hoje me encontro com um tumor no cérebro e á uma suspeita no pulmão. Agora pergunto. Se as drogras que é injetadas e digeridas por nós pacientes não faz sucesso. Por que quando nós pacientes falamos que para Deus nada é impossível e a maioria dos médicos duvídam? e quando chagamos totalmente curada, eles ficam de boca aberta e até duvídam. E porque quando alguem quer transmitir alguma esperança para essas pessoas, vocês só fazem criticas e não estudam uma forma de ajuda. lembrem essa doença pode atingir os pobres, ricos e animais.

  32. Carlos disse:

    Na wiki (outra fonte não confiável) – http://pt.wikipedia.org/wiki/Graviola – tem uma explicação razoável, não sei se verdadeira, para a origem dos boatos.
    Tenho que concordar com o blogueiro que é charlatanismo vender falsas esperanças. Mas já estive nessa posição de ter familiares com cancer e é natural fazer tentativas, até mesmo buscar pesquisas científicas com novos medicamentos.
    Acho que o alerta mais importante é que vários desses chás e extratos de planta podem realmente intoxicar. Até mesmo o consumo “in natura” de certos alimentos. Por exemplo, quantidades gigantescas de cenoura podem provocar hipervitaminose da vitamina A.
    De qualquer forma dou uma dica: tomem o suco da graviola, e sorvete. São muito gostosos. E alguns estudos indicam que aliemntação saudável, balanceada e rica em vegetais ajudam a diminuir a incidência de câncer.

  33. Carlos disse:

    Opa,
    Escrevi e decidi procurar com mais calma na Internet mesmo. Vejam só:
    http://revistas.ufg.br/index.php/REF/article/view/1944/1877
    Um estudo da UFG indicando efeito genotóxico e uma possível correlação com mal de Parkison.
    Resumindo: não se sabe se ajuda a curar e quais os efeitos adversos. E tem gente estudando.

  34. Marcio Berlanga disse:

    Rafael, vi q vc pesquisa sobre o cancer. Atitude louvável e de respeito, mas gostaria de saber se o seu contato com o cancer é apenas como pesquisador. Vc já teve cancer?! Sabe o q ela provoca na emoções e sentimentos dos portadores? Nos familiares? Nos amigos?
    Tenho linfoma, um tipo de cancer, como vc provavelmente deve saber, e, como em todo o cancer, algumas vezes o portador se rende ou fraqueja durante o tratamento, tomado por vários pensamentos confusos, em alguns casos, até mesmo pensamento de morte. Falo com conhecimento de causa (pois sou psicólogo e ando estudando os efeitos psicológicos do cancer – e sentindo-os).
    Li alguns relatos acima e gostaria de saber o que fazer?
    Cabeça boa, centrada e “limpa”, de vez em quando não bastam, e o tratamento tradicional – quimio, radio e outros – de certo modo, cansam. Uns se apegam ao sobrenatural e outros a tratamentos alternativos. Esses tratamentos, considero eu, são uma valvula de escape para nós que estamos sofrendo físico, espirito e mentalmente.
    Tenho tomado Aloe Vera a algum tempo para ajudar na renovação celular, hidratação, é um bacterecida e reduz hemorragias, pois possui propriedades cicatrizantes e antiinflamatórias. (posso passar as referencias, se vc quiser)Tem me ajudado muito, pois não tive nenhuma reação depois das 5 quimios que fiz (faltam 3), embora acredito que ela não esteja curando o meu cancer, mas contribuindo para a minha vitória sobre ele.
    E se a folha da graviola possui propriedades q amenizam ou evitam reações do cancer e do seu tratamento?? Mesmo q sendo placebo??
    Concordo quanto ao charlatanismo de pessoas que vendem “gato por lebre” as custas do desespero e esperança alheios, mas e se estes produtos, devidamente cultivados, produzidos e comercializados são a única coisa q mantem a luta??
    Discordo qto ao titúlo tbm: “chá de graviola NÃO cura o cancer.” Isto meio q me jogou para baixo qdo li, pois tbm recebi um e-mail falando das propriedades anti-cancerígenas do tal chá.
    Por fim, gostaria de dizer que as informações prestadas pelas pessoas q leem este blog são por vc contestadas, mas você não apresenta nada que diga o contrário, que o tal chá possa contribuir no combate do cancer (acredito que curar, ele não vai curar, mas que talvez ele possa contribuir no combate).
    E volto a perguntar: o que fazer? beber ou não beber?
    Atenciosamente,

  35. Marcio Berlanga disse:

    AH! COmpletando o meu raciocínio, deixo minha opinião pessoal para todos os leitores: NUNCA ABANDONEM O TRATAMENTO TRADICIONAL, TAMPOUCO FAÇAM TRATAMENTO ALTERNATIVO ANTES DE FALAR COM O SEU MÉDICO!!!! Ainda não tive a oportunidade de perguntar para a minha sobre as folhas de graviola, mas concordo com o Rafael qto a veracidade das informações. Beber por beber apenas lendo o e-mail, acredito ser burrada. (por isso não bebi ainda).
    Se a minha médica disser que não há problema e que realmente não custa tentar, ótimo. Se ele recomendar q não, paciência. FOi assim com o Aloe Vera. Só comecei a beber após falar com a doutora.
    Obrigado pela oportunidade!

  36. Rafael [RNAm] disse:

    Obrigado marcio,
    Mas informo que assumi o papel da mosca insistente. Vou ficar de advogado do diabo, sempre preferindo o NÃO em caso de dúvida. Afinal, há muito mais promessas de cura. Quero trazer balanço ao debate. A opção da dúvida. E dúvida justa já que tantas curas ainda nao se provaram.
    E como já disse, quem tem que provar a veracidade do tratamento é o seu preponente. Assim como eu vou ter que defender minhas teses e trabalhos científicos.
    Não sei como convencer meus críticos de que não é algo tao dificil assim fazer uma pesquisa que traga um dado cristalino e irrefutavel. Um simples teste em animais modelo de tumores seria a solução imediata. Sempre há uma revista cientifica que a publique independentemente de lobby industrial.
    A resposta do “beber ou não” não vai partir de mim, claro.
    No fim, quem decide é o leitor.

  37. Vera Lopes disse:

    Passando por aqui, rapidamente, li alguns depoimentos da discussão graviola. De quem tem cancer, de quem não tem etc. Resolvi tb opinar e dizer: Todos os remédios, genericos, similares, fitoterápicos podem ter efeitos colaterais ou não. Remédio é uma terminologia dada, aquilo que tem o objetivo de tratar, seja industrializado ou nao. sao substâncias testadas testadas ou através da pesquisa por cientistas ou através das comprovações populares, essas deixadas muitas vêzes por nossos avós. Os fitoterápicos sao coadjuvantes importantes no tratamento convencional. O uso indiscriminaddo de qualquer substancia (testada ou não) é nociva a saude. Acreditar em qualquer coisa pode ser prejudicial, mas veja bem: pode ser… nem sempre será. Em caso de dúvida usar o bom senso, ou mesmo o escutar do coração é válido. Portanto ir incisivamente contrário a uma postura ou opção é ter que provar o contrário senao aconselhar no máximo a cautela. Fora isso é prepotência, arrogância e estes definitivamente nada cura. sabemos que nenhum fitoterapico ou homeopatico no caso agudo da doença dificilmente tera um efeito satisfatório, portanto nunca abandonar o convencional mas aliá-lo a um segundo quem sabe nao melhora? Qto ao charlatanismo, ele está em todas as areas da vida (uma pena) mas esperanças existem e curas tb. Alertar é legal mas sem arrogancia ou achismo tb porque senao é o falar por falar e tudo permanece na mesma. Entao companheiros cautela sim! Mas busquem, pesquisem… testem percebendo seus metabolismo, seu corpo fala, responde a qualquer sinal ruim de invasão. No mais: Boa sorte a todos com ou sem graviola! Há várias coisas a \escutar\. Uma delas o coação. A outra , a esperança. O que diz cada uma delas? Abs

  38. Rafael [RNAm] disse:

    Obrigado Vera.
    É por ae mesmo.
    Mas como eu disse eu assumi a visão do que a pesquisa séria afirma. Enquanto não provarem que cura, vou clamar pelo “não use”, para balancear o debate que na internet tende grandemente para o “acredite cegamente”.
    Na dúvida, duvide.

  39. Fernanda disse:

    Joel,legal,gostei da sua resposta a este dono do blog…
    ainda mais com com seus resultados próprios..
    acima de tudo vale a nossa fé …
    só uma coisa,onde Vc acha as folhas da graviola ???
    Obrigada

  40. Renato disse:

    Rafael, você já “clamou pelo não use” para algum familiar ou amigo próximo que tenha câncer ? Duvido….abraços e que você nunca fique nessa situação…a barra é pesada

  41. Marli barbosa Moreira Araujo disse:

    Boa noite, tenho um irmão que esta com um tumor na parte frontal do cerebro. Ele ja vai começar a radioterapia agora próximo. Achei muito interessante e válido sobre a |Graviola e gostaria de saber onde encontro as folhas aqui em Belo Horizonte/MG para comprar, como fazer o Chá e como tamar.
    Gentileza me informar urgente, pois estamos precisando muito

  42. Odair Nascimento disse:

    Achei muito interesante cada comentario que li. Gostaria apenas de dizer ao sr. Rafael que se os defensores da medicina convencional fossem menos arrogantes quem sabe se encontrasse um caminho de cura para milhoes que estao desesperados a procura de uma solucao. Ainda em meus 46 anos de vida ja fui testemunha de muitas curas com o “chazinho da vovo” quando os remedios de farmacia nao surtiram nenhum efeito. Concordo que deva-se ter precaucao com remedios nao testados e com pilantras que estao ai apenas para ganhar dinheiro com a desgraca dos doentes. Mas me vem a pergunta: todos os remedios testados em seu laboratorio tem trazido resultados satisfatorios? Por que os genericos que tem a mesma propriedade das drogas dos grandes laboratorios podem ser adquiridos por preco muito inferior? Poderia ser o caso de que a industria das drogas esteja mais interessada em enriquecer-se do que trazer solucoes efetivas aos pobres sofredores. Por gentileza meu amigo nao diminua a esperanca de quem ja quase se entregou ou desistiu de lutar. Mantenha-se apenas em terreno de seu conhecimento e nao faca afirmacoes a respeito do que voce nao tem nenhum conhecimento. Com todo respeito. Odair Nascimento.

  43. Aloha disse:

    Olá Rafael voce parace bem deaterminado a rsponder tudo. Mas, você toma água envenenada sabia, água com flour que é um veneno pesquise sobre isto e poste algo, ao invés de tirar as esperancas dos outros. pense nisto.bbbbbbbbbbbbbbbcccccccccccccc

  44. Igor disse:

    Por que apagou meu post?????

  45. mirton disse:

    oprimo da minha esposa que se chama jose linhares estava com cancer nos testiculo me disse que foi curado tomando babosa(aloe vera)com mel ele tomou quatro 1/2 litros ou seja 2 litros e quando foi fazer os exames deu negativo!, esta completamente curado.

  46. Marcia Tourinho disse:

    Olá Rafael,
    Eu acho que até entendo a sua preocupação em dizer que: “GAVIOLA NÃO CURA CANCER”, pois não basta apenas acreditar sem que cientificamente esteja comprovado. Mas como acabei dizer: CIENTIFICAMENTEA NÃO ESTÁ COMPROVADO. Então me responda: Como pode você nos garantir que não cura?
    Continui estudando e traga-nos novidades.
    Abraço Respeitoso

  47. ana disse:

    Rafael, na bíblia há uma passagem que fala da multiforme graça de Deus, ou seja Deus opera de muitas maneiras na vida das pessoas, individualmente. Estou falando isso porque eu tenho problemas com antibióticos ou seja qualquer que seja o antibiótico ou antiinflamatório, em mim provocam hiper infecção, a inflamação se agrava o estado geral se agrava.
    Veja bem, eu trabalho na área de saúde convencional e me trato
    na medicina alternativa, fitoterápica e homeopática, inclusive
    meus filhos (4). E não só voçe como todo mundo sabe que da penicilina pra cá tem sido uma bênçao para milhões de pessoas(menos para poucas como eu e talves uma meia dúzia mais). Quem sabe a graviola não seja uma nova “penicilina” para o cancer, tudo é muito novo, estudos estão começando a serem feitos, lembren-se: em todo boato há um fundo de verdade. Há pesquisadores também na fitoterapia para vários tipos de doenças. Sempre é bom consultar o médico, mais todos temos que ter em mente que SÓ JESUS SALVA. Pois está escrito: não é do homem o seu caminho e nem do que caminha dirigir seus passos. Leiam a Bíblia.

  48. Sil disse:

    Boa tarde a todos e Feliz Pascoa!
    Eu nao sou uma expert no caso da graviola, mas tenho testemunha viva de que o cha’ tem seus efeitos beneficos. Meu filho tem alergia muito severa a polen, e ano passado perdeu uma semana de aula por estar muito atacado. Este ano, ele tomou o cha de graviola, e cha verde, e sua alergia se resumiu a espirros e uma leve coceira nos olhos.
    Na epoca de virose ele pegou uma bem forte. Ele tomou o cha’ de graviola mesmo sabendo que provavelmente jogaria pra fora. Dito e feito, o primeiro copo, voltou. So’ que, na sua segunda tentativa depois de passar mal mais umas duas vezes, ele tomou outro copo, este permanecendo no estomago. Depois do segundo copo, ele nao passou mal mais, e horas depois se sentia muito bem.
    Nao muito tempo atras, ele teve diarreia aguda, motivo desconhecido, talvez uma outra virose. Depois de dois dias com diarreia aguda, ele me pediu pra fazer o cha da graviola, pois ja’ estava se sentindo fraco. Dei a ele um copo do cha’, so’ um copo cortou a diarreia!
    Meu ponto e’, se cura o cancer eu nao sei, mas que tem seus beneficios, isto podemos dizer que tem. E como todo outro metodo de cura, tudo tem quer ser moderado, na dosagem correta.
    Eu gostaria muito de saber como esta’ o Marcio Belanga… alguem tem noticia?
    Eu diria a quem tem cancer, toma o cha’ sim, afinal vc nao tem nada a perder. Mas se voce for tomar, consulte seu medico pra que ele possa te ajudar a controlar a dosagem correta. Mesmo com medicina alternativa e’ importante que as dosagens sejam ideal para seu organismo, tudo em excesso faz mal!
    Saude e paz a todos! :)
    Sil

  49. Kennya disse:

    Amigo Rafael, há trablhos noPubMed, encontrei acessando o link acima “www.rain-tree.com/graviola.htm”. As referências são essas:
    “Third-Party Published Research on Graviola
    All available third-party documentation and research on graviola be found at PubMed. A partial listing of the third-party published research on graviola is shown below:
    Anticancerous & Antitumor Actions:
    Kojima, N. “Systematic synthesis of antitumor Annonaceous acetogenins” Yakugaku Zasshi. 2004; 124(10): 673-81.
    Tormo, J. R., et al. “In vitro antitumor structure-activity relationships of threo/trans/threo mono-tetrahydro-furanic acetogenins: Correlations with their inhibition of mitochondrial complex I.” Oncol. Res. 2003; 14(3): 147-54.
    Yuan, S. S., et al. “Annonacin, a mono-tetrahydrofuran acetogenin, arrests cancer cells at the G1 phase and causes cytotoxicity in a Bax- and caspase-3-related pathway.” Life Sci. 2003 May: 72(25): 2853-61.
    Liaw, C. C., et al. “New cytotoxic monotetrahydrofuran Annonaceous acetogenins from Annona muricata.” J. Nat. Prod. 2002; 65(4): 470-75
    Gonzalez-Coloma, A., et al. “Selective action of acetogenin mitochondrial complex I inhibitors.” Z. Naturforsch. 2002; 57(11-12): 1028-34.
    Chang, F. R., et al. “Novel cytotoxic Annonaceous acetogenins from Annona muricata.” J. Nat. Prod. 2001; 64(7): 925-31.
    Jaramillo, M. C., et al. “Cytotoxicity and antileishmanial activity of Annona muricata pericarp.” Fitoterapia. 2000; 71 (2): 183-6.
    Betancur-Galvis, L., et al. “Antitumor and antiviral activity of Colombian medicinal plant extracts.” Mem. Inst. Oswaldo Cruz. 1999; 94(4): 531-35.
    Kim, G. S., et al. “Muricoreacin and murihexocin C, mono-tetrahydrofuran acetogenins, from the leaves of Annona muricata.” Phytochemistry. 1998; 49(2): 565-71.
    Kim, G. S., et al. “Two new mono-tetrahydrofuran ring acetogenins, annomuricin E and muricapentocin, from the leaves of Annona muricata.” J. Nat. Prod. 1998; 61(4): 432-36.
    Nicolas, H., et al. “Structure-activity relationships of diverse Annonaceous acetogenins against multidrug resistant human mammary adenocarcinoma (MCF-7/Adr) cells.” J. Med. Chem. 1997; 40(13): 2102-6.
    Zeng, L., et al. “Five new monotetrahydrofuran ring acetogenins from the leaves of Annona muricata.” J. Nat. Prod. 1996; 59(11): 1035-42.
    Wu, F. E., et al. “Two new cytotoxic monotetrahydrofuran Annonaceous acetogenins, annomuricins A and B, from the leaves of Annona muricata.” J. Nat. Prod. 1995; 58(6): 830-36.
    Oberlies, N. H., et al. “Tumor cell growth inhibition by several Annonaceous acetogenins in an in vitro disk diffusion assay.” Cancer Lett. 1995; 96(1): 55-62.
    Wu, F. E., et al. “Additional bioactive acetogenins, annomutacin and (2,4-trans and cis)-10R-annonacin-A-ones, from the leaves of Annona muricata.” J. Nat. Prod. 1995; 58(9): 1430-37.
    Wu, F. E., et al. “New bioactive monotetrahydrofuran Annonaceous acetogenins, annomuricin C and muricatocin C, from the leaves of Annona muricata.” J. Nat. Prod. 1995; 58(6): 909-5.
    Wu, F. E., et al. “Muricatocins A and B, two new bioactive monotetrahydrofuran Annonaceous acetogenins from the leaves of Annona muricata.” J. Nat. Prod. 1995; 58(6): 902-8.
    Sundarrao, K., et al. “Preliminary screening of antibacterial and antitumor activities of Papua New Guinean native medicinal plants.” Int. J. Pharmacog. 1993; 31(1): 3-6.
    Antimicrobial Actions:
    Takahashi, J.A., et al. “Antibacterial activity of eight Brazilian Annonaceae plants.” Nat. Prod. Res. 2006; 20(1): 21-6.
    Betancur-Galvis, L., et al. “Antitumor and antiviral activity of Colombian medicinal plant extracts.” Mem. Inst. Oswaldo Cruz 1999; 94(4): 531-35.
    Antoun, M. D., et al. “Evaluation of the flora of Puerto Rico for in vitro cytotoxic and anti-HIV activities.” Pharmaceutical Biol. 1999; 37(4): 277-280.
    Padma, P., et al. “Effect of the extract of Annona muricata and Petunia nyctaginiflora on Herpes simplex virus.” J. Ethnopharmacol. 1998; 61(1): 81–3.
    Sundarrao, K., et al. “Preliminary screening of antibacterial and antitumor activities of Papua New Guinean native medicinal plants.” Int. J. Pharmacog. 1993; 31(1): 3–6.
    Misas, C. A. J., et al. “Contribution to the biological evaluation of Cuban plants. IV.” Rev. Cubana Med. Trop. 1979; 31(1): 29–35.
    Antidepressant & Antistress Actions:
    Padma, P., et al. “Effect of Annona muricata and Polyalthia cerasoides on brain neurotransmitters and enzyme monoamine oxidase following cold immobilization stress.” J. Natural Remedies 2001; 1(2): 144–46.
    Hasrat, J. A., et al. “Screening of medicinal plants from Suriname for 5-HT 1A ligands: Bioactive isoquinoline alkaloids from the fruit of Annona muricata.” Phytomedicine. 1997; 4(20: 133-140.
    Padma, P., et al. “Effect of alcohol extract of Annona muricata on cold immobilization stress induced tissue lipid peroxidation.” Phytother. Res. 1997; 11(4): 326-327.
    Hasrat, J. A., et al. “Isoquinoline derivatives isolated from the fruit of Annona muricata as 5-HTergic 5-HT1A receptor agonists in rats: unexploited antidepressive (lead) products.” J. Pharm. Pharmacol. 1997; 49(11): 1145–49.
    Antiparasitic, Antimalarial, & Insecticidal Actions:
    Luna, J. S., et al. “Acetogenins in Annona muricata L. (Annonaceae) leaves are potent molluscicides.” Nat. Prod. Res. 2006; 20(3): 253-7.
    Jaramillo, M. C., et al. “Cytotoxicity and antileishmanial activity of Annona muricata pericarp.” Fitoterapia. 2000; 71(2): 183–6.
    Alali, F. Q., et al. “Annonaceous acetogenins as natural pesticides; potent toxicity against insecticide-susceptible and resistant German cockroaches (Dictyoptera: Blattellidae).” J. Econ. Entomol. 1998; 91(3): 641-9.
    Antoun, M. D., et al. “Screening of the flora of Puerto Rico for potential antimalarial bioactives.” Int. J. Pharmacog. 1993; 31(4): 255–58.
    Heinrich, M., et al. “Parasitological and microbiological evaluation of Mixe Indian medicinal plants (Mexico).” J. Ethnopharmacol. 1992; 36(1): 81–5.
    Bories, C., et al. “Antiparasitic activity of Annona muricata and Annona cherimolia seeds.” Planta Med. 1991; 57(5): 434–36.
    Gbeassor, M., et al. “In vitro antimalarial activity of six medicinal plants.” Phytother. Res. 1990; 4(3): 115–17.
    Tattersfield, F., et al. “The insecticidal properties of certain species of Annona and an Indian strain of Mundulea sericea (Supli).” Ann. Appl. Biol. 1940; 27: 262–73.
    Anticonvulsant, Antispasmodic, & Smooth Muscle Relaxant Actions:
    N’gouemo, P., et al. “Effects of ethanol extract of Annona muricata on pentylenetetrazol-induced convulsive seizures in mice.” Phytother. Res. 1997; 11(3): 243–45.
    Feng, P. C., et al. “Pharmacological screening of some West Indian medicinal plants.” J. Pharm. Pharmacol. 1962; 14: 556–61.
    Hypotensive & Cardiodepressant Actions
    Carbajal, D., et al. “Pharmacological screening of plant decoctions commonly used in Cuban folk medicine.” J. Ethnopharmacol. 1991; 33(1/2): 21–4.
    Feng, P. C., et al. “Pharmacological screening of some West Indian medicinal plants.” J. Pharm. Pharmacol. 1962; 14: 556–61.
    Meyer, T. M. “The alkaloids of Annona muricata.” Ing. Ned. Indie. 1941; 8(6): 64.”
    Será que agora dá pra dar uma chance esta opção de tratamento?
    Aguardo seu comentário e parabéns pelo blog!

  50. clarice gilli disse:

    Gostaria de saber onde encontrar as folhas de graviola, alguém poderia informar? Tem chá pronto p/comprar?

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM