A neurose do aquecimento global e as consequências na mídia.

Com o andamento da COP-15, amplamente comentada por gente muito mais competente do que eu (vide DiscutindoEcologia, EcoDesenvolvimento, Rastro de Carbono, etc.), vou comentar algo que aconteceu hoje no Twitter.
Olhando uma notícia da Reuters.com indicada por Felipe Rocha, um estudante de graduação em Ecologia de Belo Horizonte, fiquei meio cabreiro.
A notícia: “Exclusive photos: Polar bear turns cannibal” (Tradução: ‘Fotos exclusivas: urso polar vira canibal’)
polar2.jpg

Sim, isso era um filhote, e não, a natureza não é fofa (imagem de Iain D. Williams, Reuters).


Como as fotos são de gosto duvidoso para quem não está acostumado à ‘falta de tato’ da mãe natureza, coloquei aqui a menos agressiva, quem tiver curiosidade, o link para a fonte está logo abaixo, onde tem uma foto bem mais “explícita”.
Gosto à parte, o que me irritou nessa notícia foi o fato de estar com as seguintes TAGs (marcadores para indexação): cannibal | climate change | cub | eat | exclusive photos | polar bear
Canibal? OK. Mudanças Climáticas? OK. Filhote? OK. Fotos exclusivas? OK. Urso polar? OK.
… peraí, MUDANÇAS CLIMÁTICAS?! Segundo QUEM, querida Reuters?!
Isso é uma coisa que me deixa fulo da vida. COP-15 em andamento, a crise do aquecimento global nunca esteve tão em evidência (e com razão, sou totalmente a favor de tudo no sentido de se ‘consertar’ os problemas atuais), e, de repente, TUDO é culpa de aquecimento global.
Ou, claro, de Satanás. Só que isso é outra história, o demônio da vez, nas próximas semanas, são as emissões de CO2.
Mas, como o pouco que lembro de Comportamento Animal da graduação já serve prá me lembrar sempre que ‘a natureza não é fofa’, desconfiei, e dei uma lida com calma em tudo que escreveram na Reuters. E, claro, já saí atrás de outras fontes de consulta.
E não é que na própria página em que estão as fotos do “urso polar canibal” catalogadas como ‘mudanças climáticas’, no SEGUNDO parágrafo, está escrito que um morador local (e líder da comunidade Inuit > esquimós) relatou que o fato de os ursos polares cometerem atos de canibalismo é algo recorrente, e não necessariamente um subproduto do aquecimento do planeta.
Snow_On_Snout_Polar_Bear-1600x1200-799243.jpgEncontrei outra notícia, no NationalPost, que trata justamente desse fato: não gente, os ursos polares não são uns coitados que começaram a comer seus filhotes por causa do derretimento das calotas polares. Algumas coisas ‘feias’ na natureza simplesmente acontecem, e pelos mais variados motivos.
Espero que esse episódio sirva de exemplo para que todos nós prestemos BASTANTE atenção em tudo o que lemos sobre ‘mudanças climáticas’ atualmente.
Aquecimento global é real, extremamente perigoso, e precisa ser encarado (e solucionado) o quanto antes, para o bem de todos os habitantes do planeta (humanos ou não).
No entanto, manipular fatos para aumentar os impactos do aquecimento global é tão errado quanto manipular fatos para negá-lo.
E, claro, torço prá que algo de real saia da COP-15. Apesar de ser pessimista em relação à reunião.
Notícia original > Reuters.com
Notícia do NationalPost
Quer saber mais sobre ursos polares? Sugiro o portal Polar Bears International, tem muita informação interessante.
E sim, este post está indexado como ‘mudanças climáticas’, coé, algum problema?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 7 comentários

  1. Felipe Rocha disse:

    Parabéns pelo post Gabriel.
    Realmente, nem me passou pela cabeça olhar as tags e o modo das palavras colocadas no texto.
    Ainda mais nestes tempos onde qualquer pessoa pode escrever um texto, não custa nada redobrar a atenção, principalmente no concerne a Aquecimento Global onde há tantos interesses envolvidos.
    Até mais!

  2. Jurema Adams disse:

    Não sei como pessoas “estudadas” utilizam palavras “Ursos canibais”. A natureza mata e come o filhote quando por algum motivo ele não irá sobreviver. O “bicho” homem, com a sociabilização não faz isso, mas quem pode dizer o q é certo ou errado?

  3. Rafael |RNAm| disse:

    Agora só falta vc me dizer q leoezinhos cometem infanticídeo e golfinhos cometem estupro!
    Ah cometem?
    er…

  4. Gabriela disse:

    Eu lembro que uma vez uma cachorra vira-lata deu cria e tiveram que tirar os filhotes dela depois dela ter matado uns 2… foi o meu primeiro choque traumatico com a ideia de natureza fofa.

  5. Isaias Malta disse:

    Será que estou sentido cheiro de uma pitada de revisionismo sobre o tema Aquecimento Global? É impressionante como, principalmente as pessoas ligadas à ciência desdenham o fato de que estamos caindo no fundo do poço. À parte a contumaz imbecilidade da imprensa, há algo acontecendo neste planeta que tem muito mais a ver com o nosso estilo de vida predatório, do que com soluções tecnológicas que jamais virão.

  6. espero q nao seja tarde demais para comentar…
    sabe o q é pior? nao é só uma agencia q publicou uma besteira dessas na internet. o pior é q vários outros meios de comunicacao usam essa fonte. eu vi essa notícia na tv do metro aki de berlin e pensei exatamente a mesma coisa q vc escreveu.
    eu já tinha visto um documentário do discovery sobre ursos polares e seus eventuais atos de canibalismo e fiquei mt puta da vida ao ler tamanho sensasionalismo num veículo comunicativo de massa. certamente o metro de berlin non foi o único a veicular uma asneira dessa.
    mas talvez se revoltar contra isso seja msm uma luta perdida. no meu mundo e no seu, onde os fatos vêm acompanhados de dados, pesquisa e referências, talvez uma notícia dessas seja um ultraje. mas no mundo das pessoas normais, chocá-las com uma natureza nada fofa seja um meio eficiente de chamar a atencao para um determinado problema? maquiavel já dizia q os fins justificam os meios….

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM