Os Charlatães em Ação

Você ja ouviu falar no “Reincarnation Bank” (Banco da Reencarnação)? Lá você poderá fazer depósitos que teoricamente serão recuperados por você na sua próxima encarnação. A máxima de que “nada se leva dessa vida” perderia sentido. A grande questão é: como você poderá ser identificado em outro corpo?

Independente da questão espiritualista propriamente dita, a prática estabelecida por essa instituição não soa nada bem, pois eles têm suas própias formas de identificar se você foi João Não Sei o Que em outra vida, e podem simplesmente dizer que você não foi, como foi constatado nos testes deles.

Como você vai provar que foi o João Não Sei o Que (supondo que reencarnação realmente exista e que você conseguiria se lembrar disso, até mesmo da senha da sua conta no rencarnation bank)? O golpe que essa instituição tenta aplicar configura mais um dos vários enganos praticados por charlatães que usufruem da ignorância e crendice das pessoas, um mercado que já se provou muito lucrativo.

Como seria se os homeopatas substituissem os médicos hoje em dia? Podemos ter uma idéia através desse divertidíssimo vídeo!

Outro caso é o de Inri Cristo, o brasileiro que se diz a reencarnação de Jesus Cristo. Apesar de nunca ter transformado água em vinho, andado sobre a água ou curado cegueiras (coisas que disseram que jesus fez), ele tem vários seguidores e consolidou uma instituição com sede física e espaço na mídia, aparecendo em vários programas. O programa CQC fez uma entrevista com ele, mais no sentido de caçoar dele, porém é divertida. Segue o vídeo da entrevista.

Uri Geller foi uma sensação nos anos 70, se aprensentando em programas de tv para demonstrar suas “habilidades paranormais” como a telepatia, telecinese, entortar colheres, chaves e fazer ponteiros de relógios pararem. Ele dizia conseguir fazer essas coisas com a força de sua mente. Obviamente não passavam de alguns truques suas demonstrações de poderes. Um de seus maiores críticos, dentre muitos, foi James Randi, que dedicou alguns artigos e um livro para desmascarar o “paranormal”. Segue um vídeo de Randi sobre Uri Geller e sobre Peter Popoff (um evangelista televisivo que “curava milagrosamente”doenças).

Outro vídeo interessante de Randi falando sobre Homeopatia.

No vídeo abaixo, Richard Dawkins respondeu a duas perguntas de uma pessoa da platéia referentes a “descobertas” que alguns “cientistas” teriam feito sobre fósseis de dinossauros, reforçando crenças apoiadas pelo movimento do design inteligente, uma tentativa de um grupo de criacionistas de se mascararem como ciência para conseguir sobreviver no contexto atual científico.

A suposta “teoria alternativa” se baseia na observação de que estruturas complexas como o olho do ser humano não poderiam ter surgido ao acaso, e que devido à grande improbabilidade disso, a conclusão lógica é a de que um designer inteligente teria projetado essas estruturas.

Se referem comumente á idéia de “complexidade irredutível”, em que essas estruturas precisam de todas suas partes para funcionar. Sem uma de suas partes ela perde sua funcionalidade. Esses “cientistas” não têm se ocupado muito com publicações de artigos e teste de hipóteses, porém julgam merecer o status de teoria alternativa à teoria da evolução (que tem um corpo de evidências imenso corroborando-a). Vale a pena ver o vídeo.

Quanto ao argumento da complexidade irredutível, veja um vídeo interessante, pequeno e simples que aponta a extrema falibilidade dssa idéia, onde uma ratoeira já nos basta para ver como existe funcionalidade em estruturas mesmo que sejam retiradas partes delas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 2 comentários

  1. Ximenes, F. disse:

    Cara, nem dá pra acreditar que isso acontece. É o fim. Eu, com espírita, sei que isso é muito mais que um simples ultraje à Doutrina. É um crime.

  2. André Luiz disse:

    Obrigado pelo comentário Ximenes. Comparo o caso que relatei aqui do reincarnation bank aos produtos vendidos por grupos religiosos representativos no Brasil e no mundo, como os "terrenos no céu", os "carnês indulgência" para podermos pagar nossos pecados com visa e parcelado, o "sal que tira vício" entre MUITOS outros. Para mim se qualifica como extorsão de pessoas com reais necessidades e não deveriam ser permitidas tais práticas. Como voce mesmo disse, é crime, do mais baixo nível.um abraço,André

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM