A Nova Ciência da Moralidade

“Algo radicalmente novo está no ar: novos meios de entender os sistemas físicos, novos meios de pensar sobre o pensamento que questionam muitas das nossas suposições. Uma biologia da mente realista, avanços na biologia evolucionista, física, tecnologia da informação, genética, neurobiologia, psicologia, engenharia, a química dos materiais: todas essas são perguntas de importância crítica em relação ao que significa ser um humano.

Pela primeira vez, temos as ferramentas e a vontade para nos empreendermos no estudo científico da natureza humana”(tradução minha). Esse é o texto traduzido que abre a página da web sobre a conferência organizada pela Edge, na qual vários cientistas discutiram a nova ciência da moralidade.

Oito grandes cientistas (inicialmente eram 9, mas Marc D. Hauser, recentemente envolvido em investigações de fraude, removeu suas contribuições) foram convidados para discutir as novas perspectivas do estudo da moral durante alguns dias, sendo que todo o material coletado dessas discussões foi disponibilizado na internet no site da Edge, nesse link aqui poderão ser vistos vídeos e as transcrições das falas de todos, além do link para download dos áudios.

Dentre os participantes estavam presentes o psicólogo social Roy Baumeister, o psicológo Paul Bloom (um dos autores do artigo que citei no último texto que escrevi no blog), o psicólogo social Jonathan Haidt, o filósofo e neurocientista Sam Harris, o filósofo experimentalista Joshua Knobe, a psicóloga Elizabeth Phelps e o psicólogo David Pizarro.

Como fica claro pelo número de psicólogos envolvidos nessa área de pesquisa, e também pelo texto inicial da página do evento, “usando bebês, psicopatas, chimpanzés, fMRI scanners, surveys, modelagem baseada em agentes e jogos de ultimato, a psicologia da moral se tornou uma importante zona de convergência para a pesquisa nas ciências comportamentais” (tradução minha).

Essa linha de pesquisa se tornou tão importante que mereceu um capítulo inteiro do último Handbook of Social Psychology, lançado esse ano, 2010, escrito por Jonathan Haidt, participante dessa conferência, e Selin Kesebir. É uma área ainda engatinhando, mas com um potencial notável de produção científica de alto nível. Vale a pena ver as arguições dessas pessoas na conferência organizada pela Edge e conhecer essa área que anda empolgando tantos pesquisadores no mundo todo.

Refrências

Haidt, J., & Kesebir, S. (2010). Morality. In S. T. Fiske, D. T. Gilbert, & G. Lindzey (Eds.), Handbook of Social Psychology (5 ed., Vol. 2, pp 797-832). New Jersey: Jon Wiley and Sons.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 0 comentários

Participe e envie seu comentário abaixo.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM