Uma homenagem ao mestre César Ades

Autor: Francisco Dyonísio C. Mendes (Dida)*

César e Dida (à direita)

“Minha linha de pesquisa é a curiosidade”. Assim César Ades explicava, com o bom humor e perspicácia de sempre, porque seu currículo era tão eclético. Em seus 47 anos de carreira como psicólogo especialista em comportamento animal, estudou assuntos e espécies diversos: da memória utilizada por aranhas para recuperar as presas na teia às diferenças de ciúmes entre homens e mulheres; do comportamento parental de cobaias ao simbolismo na comunicação entre humanos e cachorros.

Quase causava estranheza como dominava tantos assuntos com tanta facilidade, mas sua característica mais marcante era a paixão – paixão pelos animais, pela psicologia, pela ciência e pela vida! Poucos minutos a seu lado eram suficientes para perceber isso, e assim César costumava encantar aqueles que o conheciam. Esta paixão, e a alegria constante que a acompanhava, escondia sua experiência com a II Guerra no Egito, aonde nascera, teve a perda prematura de um filho e outras histórias que mencionava muito raramente. César queria viver e produzir conhecimento, e para isso seu sorriso farto e sua energia positiva eram mais importantes que recordações negativas.

César com Becky e Poly

César viveu por 69 anos como quis: intensamente e produzindo conhecimento! Formado nas primeiras turmas do curso de Psicologia da USP, em 1965, iniciou sua carreira de pesquisador sob a supervisão do primeiro etólogo brasileiro, o Dr. Walter Hugo de Andrade Cunha. Antes, desde a infância, já investigava informalmente formigas, borboletas e todos os animais que encontrava em sua casa – era um etólogo e cientista de vocação. Foi na Etologia que construiu sua carreira, e não é exagero dizer que a Etologia brasileira foi em grande parte construída por ele, dentro do Departamento de Psicologia Experimental da USP. Foi ali que ele formou a maioria dos etólogos e psicólogos evolucionistas que atuam hoje no Brasil, que mostrou para biólogos a importância de entender o comportamento dos animais, e para psicólogos a relevância da teoria evolutiva para a compreensão do comportamento humano.

Tive muita sorte de ter tido César como professor, mestre, e mais recentemente como colega e amigo. Como todos seus ex-alunos e colegas, sinto muito sua perda num momento em que voltava para o Departamento de Psicologia Experimental, após 4 anos como diretor do Instituto de Estudos Avançados da USP, não com planos para se aposentar, mas com sede de retomar projetos antigos, e com planos para novas pesquisas. Por sorte, César deixou não só seus planos, mas um legado de alunos e admiradores que levarão adiante seus ensinamentos. Obrigado, César, por sua contribuição para a Etologia e Psicologia brasileira… e muito obrigado por ter ensinado a tanta gente como viver com ética, curiosidade, alegria e paixão pela vida.

* Francisco Dyonísio C. Mendes, mais conhecido como Dida, é atualmente professor de psicologia evolucionista na Universidade de Brasília (UnB). Fiquei muito agradecido a ele por escrever esta   breve homenagem a um dos maiores cientistas brasileiros, com o qual ele teve o privilégio de conviver e trabalhar, mesmo que em um momento tão difícil como este para toda a comunidade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 7 comentários

  1. MAURICIO TALEBI disse:

    Belissimas palavras que sintetizam a magia da curiosidade perspicaz que nosso eterno Mestre César nos ensinou, infectou e perpetuou em suas sábias e humildes palavras. Saudades do Orientador, do Mestre e do Amigo, Longa Vida ao Legado da Etologia que nos foi deixado, Abraços a todos, Talebi

  2. Juliana Aguiar Pereira disse:

    Acabei de acompanhar a reportagem pela televisão e fui tomada por uma enorme surpresa e sentimento por ter conhecido esse cientista através de um grande mestre que tanto me ensinou “Dida”. Amigo Dida, imagino como foi pra voce viver essa perda e pra nossa Psicologia tambem. Abraços Juliana Aguiar Pereira – Ex-Aluna e estudiosa da Etologia.

  3. [...] do BuleBuleCastLinha Editorial20marUma homenagem ao mestre César Ades/**/TweetFonte: SocialMente Autor: Francisco Dyonísio C. Mendes (Dida)*César e Dida (à direita)“Minha linha de pesquisa [...]

  4. [...] Uma homenagem ao mestre César Ades [...]

  5. André Rabelo disse:

    Mauricio e Juliana,

    obrigado pelos comentários!

    Juliana,

    sou eu que estou aprendendo com o mestre Dida agora, o que seriam de nós estudantes sem modelos a seguir como o César e o Dida… =)

    Abraço!

  6. [...] são as duas partes de uma das últimas entrevistas que o professor César Ades deu antes do seu recente falecimento, que entristeceu muito toda a nossa comunidade. Agradeço ao Vinícius Ferreira por ter [...]

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM