Amor (vídeo)

100_thumb_amor

Poetas e músicos têm falado sobre o amor durante séculos, mas foi só mais recentemente que cientistas começaram a “ter uma quedinha” pelo amor também. No vídeo de hoje, vamos falar um pouco sobre a ciência do amor e o que ela tem a nos ensinar sobre a parte boa (e a parte ruim) dessa experiência! Você pode ver o vídeo de hoje abaixo ou clicando aqui.

Hoje a principal referência cultural do vídeo foi Titanic, claro! Jack e Rose ficaram xonadassos um pelo outro e deram um bom exemplo das coisas meio assustadoras que as pessoas fazem por causa do amor passional! Também fizemos menção ao rei Bob Marley e no final à The Walking Dead (brincadeira, não foi essa a intenção não, mas a pessoa no final está tão apaixonada que até ficou parecendo um zumbi mesmo).

Referências recomendadas

Um dos principais trabalhos que usamos como base para elaborar o roteiro foi o capítulo de um handbook sobre relacionamentos. Um “handbook” é um tipo de trabalho acadêmico que visa compilar os últimos avanços em uma área de pesquisa, avaliar criticamente o estado da área e apontar as direções futuras que as próximas pesquisas deveriam seguir. Então é um tipo de trabalho que visa sintetizar de forma sistemática (e geralmente BEM DENSA) a produção científica sobre o assunto e ele é geralmente escrito por alguns dos principais pesquisadores ativos na área (os autores do capítulo que usamos são sem sombra de dúvidas até atualmente alguns dos mais importantes pesquisadores do assunto por sinal). A seguir, vou colocar a referência do capítulo: 

Aron A.; Fisher H.; & Strong G. (2006). Romantic love. In Vangelisti A., Perlman D. (Eds.), Cambridge handbook of personal relationships (pp. 595-614). Cambridge: Cambridge University Press.

Se você quer conhecer as outras fontes nas quais nos baseamos também para elaborar o roteiro do vídeo, assim como ter acesso a materiais complementares sobre o assunto que abordam questões que ainda não abordaremos diretamente no vídeo de hoje, dá uma olhada nos links a seguir: link, link, link, linklink, link, link, linklink, link, link, linklink, link, link, linklink, link, link, linklink, link, link.

O maior espetáculo da Terra (vídeo)

46_teaser_evolução

Um dos espetáculos mais impressionantes na Terra explica a origem de todas as formas de vida conhecidas no nosso planeta. O nome dele é evolução biológica, e é disto que falaremos no vídeo de hoje! Veja o vídeo abaixo (ou clicando aqui).

Referências recomendadas

Se você dar uma olhada na internet, vai encontrar coisa pra CARAMBA sobre a evolução. Nós vamos indicar só algumas fontes boas, mas recomendamos você fuçar bem na internet.

A primeira dica é a do livro do Richard Dawkins O Maior Espetáculo da Terra publicado pela Companhia das Letras, que foi uma grande inspiração para o vídeo, tanto para o título quanto para o conteúdo. Dawkins apresenta no livro um resumo das principais evidências que corroboram a evolução de uma maneira sempre muito clara e objetiva.

A segunda dica também é um livro do Dawkins chamado A Grande História da Evolução, um livro também publicado no Brasil pela Companhia das Letras que descreve a história evolutiva que liga o primeiro ancestral comum de todos os seres vivos a nós, seres humanos.

Quanto a vídeos sobre evolução, recomendamos esse aqui do Canal do Pirula, esse aqui do canal Nerdologia,  esse aqui do canal In a Nutshell – Kurzgesagt, esse aqui do canal MinutePhysics, esse aqui do canal ASAP science e esse aqui do canal SciShow.

 

 

O que são emoções? (vídeo)

17_teaser emoções

O que são emoções? Para que servem as emoções? Veja hoje no Minutos Psíquicos um pouco sobre a psicologia das emoções! Veja o vídeo abaixo, (ou aqui).

Agradeço especialmente o Hugo Rodrigues, um aluno de doutorado especialista em emoções que escreveu comigo o roteiro do vídeo! Ainda falaremos mais sobre esse assunto, aguardem!

Referências recomendadas

Ekman, P. (2007). Emotions revealed: Recognizing faces and feelings to improve communication and emotional life. Nova York: Holt.

Esse é um livro de divulgação científica escrito por aquele que pode ser considerado um dos maiores, se não o maior, pesquisadores sobre o assunto. O psicólogo Paul Ekman foi pioneiro no estudo da expressão das emoções e hoje é uma referência mundial no assunto.

Lewis, M., Haviland-Jones, J. M., & Barrett, L. F. (2008). Handbook Of emotions. Nova York: Guilford Press.

Esse é um dos trabalhos acadêmicos mais completos sobre emoções. Trata-se de um handbook sobre emoções. Esse é um tipo de publicação no qual alguns dos principais pesquisadores de uma área (normalmente de um a quatro pesquisadores) se juntam para organizar uma compilação densa e volumosa das pesquisas mais relevantes na área, convidando os pesquisadores mais ativos e importantes de cada linha de pesquisa sobre o tema para escrever um capítulo do handbook. É uma obra, portanto, que sintetiza o conhecimento produzido sobre um assunto até aquele momento.

Schachter, S., & Singer, J. E. (1962). Cognitive, social and physiological determinantes of emotional states. Psychological Review, 69, 379-399.

Esse é o trabalho que descrevemos no vídeo sobre como as pessoas percebiam a emoção que estavam sentindo depois de tomar uma dose de adrenalina na presença de outra pessoa.

Os perigos da solidão (vídeo)

logo miutos psiquicos_2

Mais um vídeo do canal Minutos Psíquicos está no ar! Essa semana, o vídeo explora os perigos envolvidos na solidão e porque ela pode nos afetar de uma maneira muito mais profunda do que imaginamos. Se gostar, curta e compartilhe o vídeo por ai!

Referências:

Cacioppo, J. T., Hawkley, L. C., Norman, G. J., & Berntson, G. G. (2011). Social isolation. Annals of the New York Academy of Sciences, 1231, 17–22. doi:10.1111/j.1749-6632.2011.06028.x

Nesse trabalho, um dos maiores estudiosos da solidão e da neurociência social, o psicólogo social John T. Cacioppo revisa os principais achados sobre a pesquisa da solidão.

Cacioppo, J. T., & Patrick, W. (2011). Solidão: A natureza humana e a necessidade de vínculo social. Rio de Janeiro: Record.

Nesse livro traduzido para o Português, John Cacioppo descreve de maneira descomplicada o que a pesquisa sobre a solidão tem revelado sobre o ser humano e sobre algumas das nossas motivações básicas.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM