Depressão tem cura? (vídeo)

229_thumb_cura

Será que depressão tem cura? Hoje falaremos sobre a noção de cura e como isso se relaciona com a ideia de tratamento na psicologia e medicina. Você pode ver o vídeo de hoje abaixo ou clicando aqui.

Aqui vai um trecho do começo do vídeo:

A cura é uma ideia dicotômica: ou você foi curado ou não foi. Se foi curado, os sintomas que incomodavam sumiram e o problema está resolvido. Se um médico curou o seu braço quebrado, o seu braço está recuperado, a não ser que você sofra um novo acidente por acaso. Para outras coisas, essa ideia é menos realista. Se você já se “curou” de uma gripe, sabe que é bem fácil ficar gripado de novo. Uma pessoa que fez quimioterapia e conseguiu se “curar” de um câncer pode desenvolver outro câncer no futuro. Se uma pessoa tem depressão, fez um tratamento adequado e melhorou, mesmo que por muuuito tempo, nada garante que isso se manterá no futuro. Ninguém pode garantir como você vai se sentir no futuro – nem um psicólogo, nem você e nem um sacerdote do Oráculo de Delfos.

Referências recomendadas

Se você tem curiosidade sobre a depressão, vale a pena você assistir os nossos vídeos sobre depressão, distimia e a relação entre depressão e serotonina. As referências recomendadas em cada um desses vídeos também complementam bastante o vídeo de hoje. Aqui vão algumas fontes sobre o assunto de hoje, embora eu já adiante que não existem muitos materiais bons na internet discutindo diretamente a questão da cura da forma como fizemos no vídeo: link, link, link, linklink, link, link, linklink, link, link, linklink, link, link, link.

Sinestesia é real ou é só figura de linguagem? (vídeo)

230_thumb_sinestesia

Os sentidos de algumas pessoas se misturam de formas incomuns na experiência conhecida como sinestesia: sons podem induzir cheiros ou a visualiazação de cores, por exemplo. Mas será que essa experiência é real ou é só uma figura de linguagem que as pessoas usam? Descubra no vídeo de hoje! Você pode ver o vídeo de hoje abaixo ou clicando aqui.

Aqui vai um trechinho do início do vídeo: Sinestesia significa algo como “perceber juntos” e envolve uma mistura de sensações. A estimulação de uma modalidade perceptual, tal como a visão ou o tato, estimula automaticamente sensações em outra modalidade ou na mesma modalidade de uma forma incomum. Por exemplo, uma pessoa pode ver cores ou sentir cheiros ao ouvir um som. Um exemplo citado por Ramachandran é o de Esmeralda, uma mulher que enxergava a cor azul sempre que ouvia um dó agudo sendo tocado no piano.

Referências recomendadas

A principal referência para o vídeo de hoje sem dúvida foi o livro “O que o cérebro tem para contar” do neurocientista Ramachandran (no link que coloquei aqui você tem acesso gratuito ao 1o capítulo do livro diretamente do site da editora). O livro é excelente e fala de muitos outros assuntos interessantes além de sinestesia, vale a pena ler! Agora aqui vou colocar alguns outros links interessantes para você que quer se aprofundar um pouco mais no assunto: link, link, link, linklink, link, link, linklink, link, link, linklink, link, link, linklink, link, link.

LSD: Fatos e mitos

Thumbnail (1) (1)

Em 1943, Albert Hofmann descobriu acidentalmente que o LSD, substância que ele havia sintetizado em 1938, poderia causar efeitos psicodélicos poderosos. Hoje falaremos um pouco sobre o que sabemos dos efeitos do LSD. Você pode ver o vídeo de hoje abaixo ou clicando aqui.

Referências recomendadas

Por muitos anos, a pesquisa sobre a dietilamida do ácido lisérgico (LSD) ficou paralisada por conta da sua proibição. Recentemente, tem havido uma ressurgência nas pesquisas sobre psicodélicos e no vídeo de hoje tentamos falar de alguns dos achados mais recentes sobre as pesquisas com LSD. Veja a seguir alguns links relevantes sobre o assunto: link, link, link, linklink, link, link, linklink, link, link, linklink, link, link, link.

Micróbios afetam a mente?

228_thumb_microbios

Existem vários mini seres invisíveis vivendo no seu corpo e vários deles não só te fazem bem como influenciam a sua mente e os seus comportamentos. Vamos falar um pouquinho sobre como eles podem te impactar (positivamente ou negativamente) sem que você perceba. Você pode assistir o vídeo de hoje abaixo ou clicando aqui.

Referências recomendadas

Veja a seguir alguns materiais interessantes desrevendo as coisas sobre as quais falamos no vídeo e muito mais: link, link, link, link, link, link, link, linklink, link, link, linklink, link, link, linklink.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM