Você já viu um cérebro de verdade? (vídeo)

158_thumb_cérebro_verdade2

Vamos mostrar hoje pra você um cérebro de verdade e falar algumas coisas legais sobre o papel de algumas partes dele para o funcionamento da mente e do comportamento humano. Você pode ver o vídeo de hoje abaixo ou clicando aqui.

Referências recomendadas

Muitas das referências de hoje vocês vão encontrar nos vídeos que a gente citou ao longo do vídeo de hoje. Aqui estão os links para os vídeos que citamos:

Vídeos nossos citados:

Este é o seu cérebro
Setores do cérebro
Neurônios
Memória
Prazer
Álcool

Além disso, também vale a pena conferir mais essas referências aqui: link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link.

Gêmeos siameses (vídeo)

Se gêmeos já têm muitas coisas em comum, gêmeos siameses têm mais ainda. Eles compartilham alguma parte do corpo desde antes do nascimento e muitas vezes continuam assim pelo resto da vida. Em casos bem raros, uma das coisas que eles podem compartilhar é parte do cérebro. Saiba hoje quais podem ser algumas implicações disso para a mente e o comportamento dessas pessoas! Veja o vídeo de hoje abaixo ou clicando aqui.

Referências recomendadas

Nos links a seguir você vai poder encontrar várias informações sobre gêmeos siameses, casos de separação de siameses e informações sobre Krista e Tatiana Hogan (link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link, link). Destaco especialmente esse documentário aqui que foi feito sobre a Krista e a Tatiana e como a família delas tem lidado com essa situação tão rara e complexa. Vale muito a pena (elas são tão fofiiinhas :] )!

Cérebro machucado (vídeo)

66_teaser_cerebro_machucado

Nosso cérebro tem proteções naturais bem eficientes, mas às vezes podemos machucar nossos cérebros. No episódio de hoje, falaremos sobre o que são lesões cerebrais adquiridas, como elas podem ocorrer, quais são os seus possíveis impactos na vida da pessoa e qual é o papel do neuropsicólogo na reabilitação dessas pessoas. Veja o vídeo de hoje abaixo ou clicando aqui.

Referências recomendadas

Clique aqui para assistir uma matéria que fizeram sobre lesão cerebral e como as pessoas precisam lidar com obstáculos enormes para superar as sequelas (eles inclusive mostram o Centro Paulista de Neuropsicologia, que é aonde trabalham a Beatriz, a Silvia e Joselice, as três psicólogas que nos ajudaram a fazer o vídeo de hoje!).

Essas três referências a seguir foram livros usados como base para a elaboração do roteiro do vídeo:

Souza, C. (2003). Neuropsiquiatria dos traumatismos craniencefálicos. Rio De Janeiro: Revinter.

Wilson, B. A. & Gracey, F. (2009). Towards a comprehensive model of neuropsychological rehabilitation. In: Neuropsychological rehabilitation. Cambridge: Cambridge University Press.

Sohlberg, M. M., & Mateer, C. A. (2011). Reabilitação cognitiva: Uma abordagem neuropsicológica integrada. São Paulo: Santos.

Também existem os links a seguir que trazem várias informações mais completas sobre os assuntos que abordamos no vídeo (link, link, link)

Cientistas Aprendem a Ler Mentes: Estaria o Big Brother Muito Distante?

Fonte: Psychology Today

Autor: Sarah Estes Graham

Tradução: André Rabelo

Como muitas crianças, eu passei muito tempo sonhando com um mundo onde realidades interiores imaginadas poderiam de alguma forma se manifestar no ambiente externo. Uma vez eu desejei tanto o dom de voar que eu comecei a bater as minhas asas em público (muito depois da idade onde isso teria sido fofo). Eu rapidamente deicidi parar de ser tão observavelmente estranha, mas o sonho persistiu. Se a popularidade de filmes como “A Origem” é alguma indicação, eu não estou sozinha.

Tanto sonhadores quanto fãs de ficção científica podem segurar o fôlego – o futuro é agora. Cientistas do Gallant Lab da UC Berkeley publicaram um artigo na Current Biology mês passado apresentando a primeira abordagem bem sucedida para reconstruir filmes naturais da atividade cerebral. Estudos usando a tecnologia fMRI têm reproduzido imagens estáticas no passado, mas o fMRI mede mudanças no volume sanguíneo, não a atividade neural efetiva. Quando os neurônios estão ocupados disparando, eles demandam sangue rico em oxigênio para suprir suas atividades. Felizmente para os cientistas, este sangue possui propriedades magnéticas ligeiramente diferentes, correlaciona-se com a atividade das populações de neurônios e podem ser medidas usando-se o fMRI. Infelizmente, as mudanças no fluxo sanguíneo são muito pequenas comparadas à atividade incrivelmente complexa e rápida dos neurônios disparando. (A menor unidade mensurável sendo os píxels do  tipo voxel, mas para o imageamento cerebral isto inclui cerca de um milhão de neurônios!). Enquanto medir o fluxo sanguíneo nos da uma riqueza de informações, isto não é veloz o suficiente para refletir acuradamente o que está acontecendo com as populações neurais em nosso sistema visual. Neurocientistas estão sempre em busca de maneiras de refinar os correlatos neurais de mudanças na atividade hemodinâmica. Continue lendo…

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM