Fita crepe dispara raios X

Luz visível emitida de fita adesiva sendo desgrudada do rolo. A foto tirada com câmera fotográfica com filme exposto. Crédito:  Carlos Camara e Juan Escobar Download File  	Visible light emission from peeling tape. The image is a 30 second exposure on a Cannon EOS 10D. Credit Carlos Camara and Juan Escobar

Acredite se quiser. Uma fita adesiva “Photo Safe 3M” dispara feixes de rádio, luz e até de raios X ao ser desenrolada.Quando alguém puxa a fita para descolar um pedaço do rolo, a substância adesiva da parte interna da fita recém exposta fica temporariamente com excesso de carga elétrica positiva, enquanto a superfície antes grudada ao adesivo fica negativamente carregada. O resultado são mini-relâmpagos entre as duas superfícies, provocados por elétrons viajando entre elas (elétrons acelerados emitem radiação).

Mas é somente no vácuo, onde os físicos da Universidade da Califórnia fizeram as experiências com as fitas, que os elétrons aceleram o suficiente para emitirem um pulso de nanosegundos de raios X. A energia dos pulsos foi suficiente para tirar uma radiografia do dedo de um dos pesquisadores…

Uma imagem dos ossos  do dedo de um dos pesquisadores obtida com os raios X emitidos pela fita adesiva no vácuo. Crédito:  Carlos Camara, Juan Escobar e Seth PuttermanX-ray image of a human finger taken with peeling tape as the x-ray source. The composition is a compounded image of the experimental set up with the hand on top and the x-ray images of the finger. Credit Carlos Camara, Juan Escobar and Seth Putterman

A energia do pulso de raios X é 10 vezes maior que a de uma experiência anterior e ninguém sabe explicar da onde vem tanta energia. Sabem apenas que a emissão está relacionada com o fenômeno chamado de triboluminescência–uma emissão de luz que acontece quando dois cristais são fricicionados um contra o outro. O adesivo da fita, porém, não é um cristal e sim um líquido amorfo. O artigo publicado hoje na Nature é apenas um relato do fenônemo. Os pesquisadores esperam agora analisar outros tipos de adesivos para tentar explicar o mistério.LINK

Pedaço de fita adesiva descolado do rolo, visto ao microscópio (cores artificiais). A fita foi descolada  da esquerda para a direita  a uma velocidade de 5mm/s. Crédito: Carlos Camara e Seth Putterman

Artificially colored microscope image of the peeling vertex of pressure sensitive adhesive tape. The tape was peeled from left to right at about 5mm/s. Credit Carlos Camara and Seth Putterman

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 7 comentários

  1. I keep listening to the rumor lecture about receiving free online grant applications so I have been looking around for the top site to get one. Could you advise me please, where could i get some?

  2. Igor Santos disse:

    Será que um rolo de duct tape lança raios gama?

  3. Agostinho disse:

    Arte e ciência tão sempre se misturando – linda a imagem. Além do que me parece que aí há muito mais ciência boa por se fazer e possibiliidades interessantes de aplicações tecnológicas.
    Agora, que o pessoal do IgNobel vai ficar de olho, isso vai.

  4. Luis Brudna disse:

    Também escrevi sobre.
    O impressionante é ver o contador Geiger disparando ao aproximar do sistema em funcionamento.

  5. Carlos Hotta disse:

    Muito legal! estava esperando um de nós comentar!

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM