Quem derrubou o avião da Air France foi a Mídia

Péssima semana, a minha.
Começou ruim, foi piorando e hoje quase que eu morro.
Exemplos não me faltam de como a mídia é formada por idiotas que não entendem o mínimo necessário daquilo que estão espalhando para as massas, mas hoje eu só vou conseguir falar de um, senão a veia da minha testa explode.
Algum imbecil, covarde[1] demais para assinar uma reportagem, publicou no JB Online (versão para Internet de um dos maiores jornais do país) uma matéria ridícula com uma ambientalista que afirma que um buraco negro (especialidade dos ambientalistas) engoliu o avião da Air France que caiu no Atlântico de domingo para segunda-feira.
Mas ela tem razão, tendo em mente que buracos negros não só são “portas que se abrem e se fecham para uma outra dimensão” como também são “responsáveis pelo desaparecimento de milhares de pessoas e objetos na face da Terra”.
O parágrafo imediatamente acima deste é puro sarcasmo, antes que alguém se confunda e ache que buracos negros são aquilo. Não são.
São, na verdade, pontos infinitesimais com densidade infinita.
Continuando, quem quer que tenha sido o tapado [1] que teve a idéia de publicar a matéria sequer se deu ao trabalho de escrevê-la.
A lista de “desaparecimentos notórios” foi simplesmente copiada dum artigo do fim de abril deste ano de um blogue português (como eu sempre prego que vocês não devem acreditar no que eu digo, aqui está a prova – http://notempodosaraujos.blogspot.com/2009/04/triangulo-das-bermudas.html) .
O estúpido[1] nem leu que preste (se é que ele sabe ler), senão teria traduzido todas as ocorrências em que “nave” aparece escrito em bom português ibérico, para o mais brasileiro “navio”.
Não há dúvida em meu coração de que o artigo foi ctrl+c, ctrl+v em menos de cinco minutos, com uma busca no google por “triângulo das bermudas + lista” para somar a um email enviado para o autor pela tal ambientalista revolucionária.
Sabe quanto tempo me tomaria para desmentir cada um dos 41 sumiços “estranhos” citados no texto?
Eu estou cronometrando a feitura deste artigo e, a partir do momento em que abri o editor para escrevê-lo, achei de novo a página do JB Online e, sem muita dificuldade, achei a lista original do patrício português até o presente momento, passaram-se quinze minutos e trinta e oito segundos.
Façam as contas.
Meu ramo de blogagem é trabalhoso, viu?
Nunca pensei que manter um blogue fosse ser tão frustrante.
[1] Esses termos carinhosos são, em parte, devido ao fato da presença da palavra “esxtado” logo na primeira linha, evidenciando que o idiota não sabe nem usar um corretor automático.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 21 comentários

  1. Nessas horas me dá vergonha/medo de ter me formado em Biologia e ser confundido com um “ambientalista”.

  2. Mauro disse:

    Cara, achei que só eu tinha ficado revoltado com essa matéria, hahahaha. Esse é o tipo de gente que no colégio ficava perguntando para o professor de física: “Para que eu tenho que estudar isso sendo que nunca vou usar na vida?”

  3. Fernando disse:

    Parece que o “buraco negro” sugou o que restava da inteligência da ambientalista.

  4. O jornalista também escreveu “Há desparecimentos de navios”. Nao usou corretor ortográfico também.
    Igor, porque você não faz um histograma (por decadas) com o numero dos supostos desaparecimentos e coloca aqui? Assim seus leitores veriam que, com o passar do tempo e a melhora de meio de busca e segurança marítima e aeronáutica, o número vai diminuindo com o tempo.
    Dado que o tráfego está aumentando com o tempo (enormemente!), um grafico melhor deveria ser normalizado (ou seja, desaparecimentos por numero de voos e desaparecimentos por numero de navios. Veriamos um efeito ainda maior de queda no numero de desaparecimentos inexplicados.
    Ou seja, os buracos negros estão evaporando!

  5. Gabsz disse:

    Eu me recuso a crer que realmente tiveram a coragem de publicar aquilo… pelo serviu pra eu descobrir a localização exata do triângulo das bermudas no site do português(me divirto com teorias da conspiração).

  6. Chloe disse:

    ois… : )
    mas faz tooodo sentido!
    foi um dos buracos negros criados pelo LHC!!!
    como não se pensou nisso antes?!?!
    acho que todos estamos correndo um serio risco nesse exato momento. : |
    com tantos buracos negros a solta por ai… : o
    estou prevendo o futuro: todos vamos morrer!
    e agora José?
    ; )
    C.

  7. Kim disse:

    Cadê a Teoria da Conspiração para falar que derrubaram um avião de propósito porque o assunto da gripe suína estava diminuindo? Afinal, a gripe suína só veio ao mundo para encobrir maracutaias dos Donos do Mundo, da CIA e dos megainvestidores (mega-investidores?).
    Adorei conversar ontem com uma senhora muito educada:
    “Mas não tem tecnologia pra caixa preta mandar um bipe de rádio?”
    “Tem, mas a água é mais opaca ao rádio que à luz. Não fica escuro depois de uns metros dentro dela?”
    “E se fizessem ela flutuar?”
    “Não iria adiantar de nada se ela ficasse debaixo dos destroços.”
    “Ai, mas tá muito misterioso tudo isso! Tem que ter tecnologia pra falar o que que foi!”
    “Tem sim, mas eles só poderão falar com segurança daqui a um mês…”

  8. Igor Santos disse:

    “Parece que o “buraco negro” sugou o que restava da inteligência da ambientalista.”

  9. Sandro disse:

    Já que era para falar merda podiam dizer que foi um míssil norte-coreano que acertou a porra do avião… pelo menos ficávamos na categoria das coisas que se podem verificar.

  10. cardoso disse:

    Sandro, já falaram que foi um missil coreano. Falaram também que foram piratas da Somália, “que fica ali perto”. Falaram até que o avião sumiu pq estava perto do triângulo das bermudas. Também falam o tempo todo em águas territoriais brasileiras. Essa gente (e uso o termo de forma bem imprecisa) nunca abriu um mapa na vida.

  11. Acho que a matéria vale uma reportagem no Fantástico!

  12. De fato, essa matéria é horrível, deprimente, desvairada, vergonhosa, indesculpável, irresponsável etc, mas nem ela nem vários outros exemplos de péssimo jornalismo justificam a afirmação de que a mídia (quero crer que você se referiu à imprensa) é formada por idiotas que não entendem o mínimo do que estão fazendo. Veja bem, Igor, se um cientista falsifica os dados de um paper, se um engenheiro constrói um edifício que cai, se um médico erra e coloca em risco a vida de seu paciente (e temos vários exemplos disso, não?), não é muito sensato sair por aí dizendo que a ciência, a engenharia e a medicina são formadas por um bando de cretinos. Se assim fosse, o que não poderíamos dizer dos blogueiros, não é mesmo? Além do fato de haver pouca sabedoria nas generalizações, você poderia considerar seus colegas do ScienceBlogs que fazem parte da imprensa (entre os quais me incluo obviamente)e que não devem ser tão idiotas assim pelo simples fato de estarem compartilhando o mesmo espaço que você, poxa.
    Outro ponto: é complicado dizer que o JB é um dos maiores jornais do País. Faz tempo que não é. Nos últimos 7-8 anos, mais ou menos, houve uma incrível decadência e um lamentável sucateamento desse que já foi, sim, um grande jornal e hoje é um tablóide de pouco prestígio. Segundo dados de 2007 do IVC (Instituto Verificador de Circulação), o JB era 12o maior jornal do País e sua circulação era quase três vezes menor que a de O Globo, o principal concorrente carioca (infelizmente não tenho dados mais recentes). Isso não justifica aquela matéria lastimável, mas é sintomático. Aberrações como essa são altamente improváveis em veículos como a Folha, o Estado ou O Globo, para ficar nos exemplos de jornais diários. Há ótimos jornalistas neste País, Igor, mas eles não estão em toda parte, por questões de mercado que são comuns a qualquer atividade. Selecionar bons veículos para ler é um ótimo critério para encontrá-los. Curiosamente, são poucos os posts que comentam ou elogiam o trabalho que eles fazem. É muito mais fácil chutar o cão sarnento (e creio que também gere mais pageviews).
    Espero que você não me leve a mal, mas eu realmente fico muito incomodada com esse tipo de crítica virulenta em que não há o mínimo sinal de discernimento e que eu considero bastante injusta.
    Saudações,
    Luciana

  13. Jefferson disse:

    Apenas uma correção, buracos negros não são “pontos infinitesimais de densidade infinita”. Para ter ideia, o conceito de ponto sequer é definido de forma rigorosa em matemática (da mesma forma que o conceito de reta também não o é), pode variar desde uma bola de gude ao sistema solar, por exemplo (isso para aplicações em física).
    Para falar a verdade, buracos negros são concentrações suficientemente grandes de matéria que fazem com que qualquer coisa que passe perto dela seja atraída . O termo “buraco negro” deve-se principalmente ao fato de que ele atrai para si inclusive a luz, e que uma vez atraída para dentro do buraco negro, uma partícula não pode mais sair de seu interior.
    Não sou especialista em Cosmologia, embora seja físico e tenha uma noção um pouco mais precisa do que venha a ser os buracos negros.

  14. ulysses disse:

    A matéria do JB começa assim
    A ambientalista Telma Lobão, engenheira agrônoma e funcionária do esxtado da Bahia
    Observação não sabia que estado se escrevia como esxtado.

  15. Marfil disse:

    Após exaustivas pesquisas consegui descobrir o motivo do ctrl+c, ctrl+v da ambientalista. Ela BAIANA, e tava com pregui de pensá e iscrevê.
    (Me desculpem os Baianos trabalhadores, mas um matéria destas só faz subir a fama de que todo baiano é preguiçoso)

  16. Thais Lima disse:

    Nuss com essa reportagem do buraco negro q aparece e desaparece e q só sugou o aviao… aprendii d+ ow
    pode crer!
    Meu Deus cadê o senso de responsabilidade desse povo?

  17. Gustavo disse:

    Eu li a matéria da mulher que fala da teoria do “buraco negro”. Meu amigo, acho que você não entendeu, mas a matéria explicitava o depoimento ridículo daquela mulher. Aquilo só virou notícia porque ela é uma pessoa importante no ambientalismo, salvou milhares de animais presos em cativeiros, ainda assim presta um depoimento ridículo daquele. Em nenhum momento o jornalista assume o que ela diz como verdade, o jornalista só torna explícito o que ela diz, e é claro para todos que é ridículo. A matéria ironiza a mulher. O problema das ironias é que quando alguém não entende, a pessoa que ironizou fica parecendo estupida, e pelo jeito você não viu a ironia do texto.
    Sobre o caso do vôo. Houveram sim muitos erros da imprensa, este não foi um deles.

  18. Nilo Marques de Medeiros Filho disse:

    Depois de ler a opinião da Luciana, fica fácil enxergar o Igor Santos de cabeça baixa, reconhecendo seus excessos. Conclusão: somos todos pecadores.Nilo Filho – PM aposentado

  19. o jornalismo ta mal das pernas…

  20. Silva disse:

    Caro amigo, olhando seu blog achei interessante e teve um cientista brasileiro que formulou uma teoria capaz de explicar o que ocorre no Triângulo das Bermudas e em outras regiões com relações aos aviões. Suas observações no final da teoria pode dá uma idéia do que fez cair esse avião. Ela ta expalhada pela internet e vou deixa uns dos sites aqui para vc olha:
    Para Leitura:
    http://www.scribd.com/doc/16331957/Teoria-do-Triangulo-das-Bermudas
    Downloads:
    http://www.4shared.com/file/111224052/82504f2c/Teoria_do_Tringulo_das_Bermuda.html
    Ela ja teve mais de 2.700 visitantes e mais de 2.400 Downloads.
    Um Abraço e parabens pelo blog

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

tempo

junho 2009
D S T Q Q S S
« maio   jul »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  

espaço

Locations of visitors to this page

desfrute e compartilhe

Creative Commons License
Esta obra de Igor Santos é licenciada sob Creative Commons by-nc-sa.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM