Cuspir ou engolir?

Sei que este é um assunto muito íntimo, delicado, controverso (e um tanto nojento), mas alguém precisa falar sobre ele.
Vamos lá:

Depois de uma certa quantidade de esforço (que varia de caso a caso, principalmente com a experiência), você sente aquele gostinho peculiar na sua boca. E aí? Você cospe ou engole?

Ou, se o problema for de outra pessoa, você acha que ela deve cuspir ou engolir?
Muitas vezes cuspir pode ser uma atitude socialmente não-aceitável naquele ambiente em que você se encontra, porém algumas pessoas simplesmente não conseguem engolir aquele líquido viscoso, pegajoso e de sabor estranho.

Já presenciei algumas vezes um instante de dúvida em que, ao não saber se deve engolir ou cuspir, a pessoa acaba se engasgando, começa a tossir descontroladamente e acaba por vomitar, ocasionando uma situação muito pior (e muito mais asquerosa/embaraçosa).

Ademais, onde se deve cuspir? Na pia? E se não houver uma por perto (ou não for possível chegar até ela em tempo)? Cuspir no chão? Num lencinho?
Além disso, alguns indivíduos não conseguem cuspir! E nas raras ocasiões em que tentam, deixam um rastro de volta à boca resultando numa liga de baba colada ao queixo.

Então devem apenas deixar o troço escorrer pelos lábios, como uma esbranquiçada cascata?

Argh!

Aqueles que cospem dizem que engolir faz mal e é potencialmente perigoso.
Os que engolem afirmam que cuspir é seboso e uma falta de educação.
Mas como ficam os que não têm uma opinião formada?


Goipada
Quais as vantagens e desvantagens em cuspir ou engolir catarro?

A maior desvantagem em cuspí-lo é a reação alheia de “eca, que seboseira!” e a subsequente execração moral e social reservada somente aos piores párias da sociedade, especialmente se a cusparada houver sido precedida por uma tosse “gorda”, daquelas que estalam no fundo da garganta quando as grossas paredes das bolhas catarrais explodem.

A vantagem é que você não estaria ingerindo vermes.
Que, coincidentemente, é a maior desvantagem decorrente da deglutição da secreção.

Ancylostoma duodenale, prazer.Um tal de Ancylostoma duodenale, um verme parasita (não estou xingando, essa é a definição correta), tem um ciclo de vida muito interessante: primeiro as larvas entram pela sua pele, vão pela sua corrente sanguínea até seus pulmões (tendo passado antes pelo seu coração), onde passam uma temporada em seus alvéolos, que desenvolvem o catarro como uma defesa (pouco eficiente, como veremos a seguir).

Quando o muco já está grossinho o suficiente e com a consistência correta, você tosse.
A bola pegajosa de escarro purulento é então entregue expressamente à sua boca onde, ao invés de expelida por um antiósculo de pressão positiva, retorna ao seu organismo por meios peristálticos, indo parar em seu estômago.

Ancilostomose
Humm, delícia!

Quando o ancilostoma vai para o estômago, passa uma temporada dentro do intestino do infectado (neste caso, você, o engolidor) onde acasala com seus colegas de infecção, pondo algumas dezenas de milhares de ovos diariamente, que então passam pelo processo natural na via de mão-única do aparelho digestivo e saem pelo local adequado.
Se o barro cair sobre terra, os ovos chocam e o processo se repete.

O verme consegue entrar em pele intacta, portanto a melhor maneira de evitar ser parte desse belíssimo espetáculo da Natureza é andar sempre com os pés calçados quando estiver percorrendo campos de terra.

Se você achar que foi mordido na planta dos pés por mosquitos, saiba que você agora tem parasitas circulando pelo seu sangue. Procure um médico.

E lembre-se: sempre cuspa!

P.S. Só para deixar o artigo ainda mais agradável, uma última informação: nem sempre cuspir é uma opção, pois há relatos em que os vermes se arrastam para fora dos pulmões, saindo pelo nariz e retornando pela boca, em busca do estômago.

Boa noite, e bons sonhos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 13 comentários

  1. Claudia disse:

    Argh! Q post nojento! Mas nem todo catarro tem esse verme, tem?

  2. Igor Santos disse:

    Nem todos, mas as colônias vivem por vários anos, então um adulto que foi infectado quando criança pode ainda ter.

  3. JFriesen disse:

    Pôxa, logo agora que eu tô almoçando?
    Bom… obrigado pela informação.
    Agora só falta um post sobre a maneira correta de escarr… (digo) cuspir.

  4. Gabsz disse:

    Esse post fez eu repensar toda a minha história(que é marcada por uma rua sem asfalto onde eu adorava brincar de pique-pega e futebol descalça),da maneira mais nojenta possível. Obrigado.
    ps: eu engulo.

  5. Van Dehrer disse:

    Boa noite, e bons sonhos

    Cretino.
    Estou brincando, ótimo artigo. E eu sempre cuspo.

  6. Roberta disse:

    Noossaaaaaaa!
    Realmente, o post foi muito nojento..masss..vc avisou antes.
    Hahahahaha..!
    Eu morria de nojo das pessoas que cospem…
    agora sempre vou me lembrar que elas estão fazendo o certo..ahauaha
    Ecat!

  7. alguem disse:

    Se for o Renan, o ph eu deixo cuspir na minha mão disfarçado onde eles estiver e darei uma lambida bem gostosa.
    Amo aquele jeito do renan cuspir se eu pudesse falar pra ele fica cuspindo o dia inteiro em mim eu aceitaria de boa e ainda pagaria ele.
    Muitas pessoas tem feitiche por cuspe.
    Se ficar preocupado com que cuspi transmite ou não nem adianta que não beijamos mais na boca

  8. Eu não cuspo por que tenho muito nojo daquele negoço gosmento saindo mais agora vou cuspir

  9. Isso NÃO se aplica a todos os casos.

    O muco, popularmente chamado de catarro, é uma substância composta por proteínas, água e restos celulares produzidos pelo revestimento respiratório que protege o corpo do ataque de microorganismos. Apesar do aspecto repugnante, ele sempre se renova e circula pelo organismo mesmo quando a pessoa não está doente.

    O revestimento interno da traquéia e brônquios é dotado de células ciliadas que, em situações de saúde, controlam a passagem da secreção em direção ao aparelho digestivo, lubrificando e protegendo a mucosa respiratória. No entanto, quando ocorre uma inflamação na região, as glândulas ali existentes se desequilibram, prejudicando a função dos cílios. Estes, por sua vez, não conseguem controlar o muco que passa a ser produzido em excesso para combater os invasores.

    Além disso, um grande depósito da substância pode se formar nos pulmões, causando falta de ar. “Como mecanismo de defesa, o corpo expulsa o acúmulo por meio da tosse”, ressalta.

    Obs: A inflamação nem sempre será provocada por microorganismos, como vírus e bactérias, mas também por reações alérgicas, poluição e até mesmo variações climáticas extremas. “Algumas pessoas podem ter uma sensibilidade maior a estes fatores, principalmente, à umidade”

    O catarro indica uma fase mais avançada de inflamação das vias respiratórias Esse avanço, pode evoluir de uma simples inflamação para um estado mais sério. “O surgimento de uma secreção espessa e com tonalidade mais amarelada ou esverdeada sugere que o problema avançou para uma infecção”.

    A partir disso, os leucócitos entram em ação, saindo da circulação sanguínea para defender o organismo dos agentes invasores. “O catarro é a prova de que os leucócitos estão liderando uma batalha do organismo contra a forma de vida desconhecida”.

    No caso do poste citado à cima não se aplica a todos os casos. Salvo se o indivíduo estiver portando em seu organismo ” O PARASITA” ai sim neste caso poderá ocorrer este ciclo. Tome remédio para vermes.

    Caso vc venha a engolir o CATARRO, não se preocupe!

    Por que ???

    É uma substância composta por proteínas, água e restos celulares produzidos pelo revestimento respiratório que protege o corpo do ataque de microorganismos. O revestimento interno da traquéia e brônquios é dotado de células ciliadas que, em situações de saúde, controlam a passagem da secreção em direção ao aparelho digestivo, lubrificando e protegendo a mucosa respiratória Portanto, já faz parte do seu organismo e será expelido nas fezes. Isso é natural.

    Grande abraço a todos! Bjs me liguem!

  10. Iasmim Emilly disse:

    Me ajudou bastante,eu quase nunca cuspo,engulo. Agora aprendi

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

tempo

julho 2009
D S T Q Q S S
« jun   ago »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

espaço

Locations of visitors to this page

desfrute e compartilhe

Creative Commons License
Esta obra de Igor Santos é licenciada sob Creative Commons by-nc-sa.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM