Não proteste. A culpa é sua mesmo.

Vocês, com acesso ao Facebook e mais que vinte segundos de concentração, leiam este relato e, principalmente, assistam aos vídeos linkados no final.

Aos demais, resumo: o Brasil é uma desgraça. Enquanto uma pessoa é presa ilegalmente por exercer um ^direito constitucional^ (aspas irônicas), um estádio (construído com dinheiro roubado) lotado comemora um jogo de futebol.

Você mora num país onde vinte e tantos fedorentos chutando um couro inflado tem mais importância que a Magna Carta. Você prefere apanhar da polícia a ter o direito de processar o Estado pela surra indevida.

Você, pessoalmente, deixou o país chegar nesta situação, onde o presidente da Câmara dos Deputados roubou seis milhões de reais, deixando órfãos sem comida e idosos sem remédio, e os deu a um bode (sim, o animal).

Henrique Eduardo Alves, o mesmo ladrão que em 2002 estava sob investigação por ter 15 milhões de dólares em contas fora do país enquanto claramente sonegava o Imposto de Renda, cometendo um crime conhecido como “evasão de divisas”, descrito na famosa Lei do Colarinho Branco, artigo 22. Investigação que, dois meses depois, PUF!, sumiu.

O que eu posso fazer contra ele? Ele é presidente da Câmara (e deputado a 42 anos consecutivos) e tem, pelo menos, 150 vezes mais dinheiro que eu. Existe algum mecanismo para que eu, cartorário com meus impostos em dia, possa processar esse cretino por ter roubado tanto dinheiro meu? Ou, pelo menos, um que me garanta que a Constituição ainda existe, já que eu posso ser preso por nada e ele pode roubar à vontade sem consequências?

Não, não existe. Eu posso até tentar fazer algo, mas é só até esta etapa que eu chegaria. Posso até pagar os cinco reais que o sebista aqui ao lado cobra numa Constituição, mas seria só mais um amontoado inútil de folhas entulhando meu lar.

E por quê? Porque você deixou isso acontecer. Mas por que a culpa é sua? Ela é menos minha que sua, porque eu pelo menos vivo de tentar, inutilmente, fazer algo. Mas também sou culpado. Todos somos. Todo os brasileiros que vivem aqui e que já viveram aqui desde sempre são culpados.

Nosso país é um lixo. Uma abominação, uma anomalia, um câncer. Todo o dinheiro que é produzido por nós, trabalhadores, é consumido por ladrões da estirpe de Henrique e Maluf (este procurado pela polícia do mundo e foragido aqui) e psicopatas como José Dirceu, Renan Calheiros, Collor. Acobertadores de bandidos como Lula, FHC, Dilma; homicidas em massa como Rosalba Ciarlini, Micarla de Sousa, Eduardo Paes; mentirosos compulsivos como Haddad, Sérgio Cabral, Alckmin, etc, etc.

100% do que você produz lhe é roubado. Você tem uma poupança no banco, mas lembra que ela já foi confiscada? Você guarda o dinheiro em casa, mas sabia que o Primeiro Ministro de Myanmar, certa vez, disse que as notas mais altas (de 50 e 100) deixaram de ter valor? Milhares de famílias acordaram um dia com seus colchões cheios de papel sem valor que costumavam ser suas economias da vida toda. “Isso não pode acontecer aqui”, você diz? Por que não? Quem vai impedir? Qual mecanismo existe neste país para impedir algo assim? Nenhum, é a resposta.

O Brasil é um lixo. E eu só não saio daqui de novo porque meus currículos ainda não foram enviados.

Nessa tal Copa das Confederações (que é tão sem sentido quanto não poder embarcar numa aeronave com um recipiente maior que cem mililitros em volume) a FIFA vendeu ingressos para cadeiras que não existem.

A Copa do Mundo é deles. Nossa é só a conta.

A Copa do Mundo é deles. Nossa é só a conta.

O link para o relato (Facebook, novamente) está embebido na foto. Clicái-a.

O problema não é a FIFA. O problema é você que achou que seria uma boa ideia uma Copa do Mundo num país de terceira. A culpa é sua por ter deixado que o seu representante aceitasse as demandas de uma empresa estrangeira que vai levar 100% do lucro da competição.

Três vezes em menos de dez anos, na verdade, com Jogos Pan-Americanos, Copa e Olimpíadas. Porque vinte e tantos fedorentos estragando uma vegetação rasteira é mais importante que a segurança da sua mãe numa rua escura.

Aqueles vagabundos desocupados que estão atrapalhando o trânsito porque não querem pagar vinte centavos a mais deixaram de existir quinta-feira, sob as bênçãos de Santo Antônio e dos cacetetes da polícia neandertalizada que protege você de uma vida melhor e mais digna para um possível filhote que venha a sair de você.

Ao contrário do que estão dizendo, a polícia não é mal treinada. Ela é excelentemente treinada. O problema é que ela é treinada aqui, no lixo.

O problema não é a polícia. O problema é o treino. Ou, melhor ainda, o local onde o treinamento se dá.

Os policiais são excepcionais e retêm 100% do treinamento. O problema é que o treinamento é dar tiro na cara de favelado. Pelas imagens fica claro que “munição menos-que-letal” é algo alienígena para os soldados (sim, jamais esqueçam que quem patrulha as ruas são soldados militares) que atiram somente paralelamente ao chão, à altura da cabeça, sendo que com balas de elastômero ou latas de gás.

Nossa polícia militar é um grande esquadrão de extermínio. O problema é que nos últimos dias eles têm usado uma munição inadequada.

Ainda no Facebook eu li a seguinte frase: “Somos [jornalistas] a polícia militar do pensamento contando as mesmas histórias sempre sobre vandâlos e bárbaros que querem destruir a ordem e o progressso“. Mas o que isso significa? Significa que a polícia bate em você e o jornalista diz que você é o culpado porque ambos, policial e jornalista, assim como os réus de Nuremberg, estavam “apenas cumprindo ordens”.

E quem dá as ordens? Você? Não.

Mas a culpa é de quem?

Exatamente.

Não se enganem. Os protestos começaram por causa de vinte centavos.

Mas graças ao despreparo, irresponsabilidade e desgoverno, hoje os protestos se tornaram algo muito maior.

Você vive num país sem leis, sem proteção, sem infraestrutura e sem condições básicas de cidadania. Esses protestos estão do seu lado, do nosso lado.

Brasil 2013

Nada justifica truculência. Especialmente em protestos pacíficos. Não se acovarde agachado aos pés dos mais fortes; junte-se aos mais fracos. Eu gostaria de, pelo menos uma vez em minha vida, ter orgulho (ou “menos vergonha”, como disse Bartholomew JoJo Simpson) do meu país. E você?

———

P.S. Não vou conferir o texto mais do que já o fiz (confesso que sob lágrimas). Se existirem ainda erros, que se danem. Tanto os erros quanto você que veio aqui comentar acerca deles.

Reclamações quanto à minha conduta devem ser encaminhadas para o meu email pessoal com cópia para a diretoria do Scienceblogs Brasil (procurem, não é difícil achar). Ou não, não me importo. Descobri recentemente algo chamado “perspectiva”.

Processos civis e criminais devem ser mandados ao meu endereço físico. O que eu escrevo aqui não é de responsabilidade do portal ou de seus colaboradores e eu espero que você morra dolorosamente por tentar me reprimir.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 18 comentários

  1. Bruno Alves Siqueira disse:

    Cara, respeito sua opinião, mas essa enfase de colocar a culpa no brasileiro e muito injusta, esse jogo que o governo vem fazendo com o brasileiro é antigo, ele esta sempre tentando calar qualquer tipo de atitude que é contra seu objetivo, e vem tomando medidas para garantir isso, vocês acha que a educação mediocre que temos hoje é por qual motivo? Quanto mais ignorante for o brasileiro mais facil de manipular. Nós temos sim uma parcela de culpa, mas esse discernimento que voce possui sobre o direito que o brasileiro tem são poucos os que tem, normalmente são os que tiveram uma vida mais favorável, que não tiveram que gastar sua vida tentando num primeiro momento sobreviver, tendo que aceitar condições desumanas por que não teve outra alternativa, que não teve um preparo descente para enfrentar o mercado de trabalho, é muito fácil para vários criticar a atitude dos brasileiro em aceitar essa política que temos hoje, mas não se esqueça que somos ainda um pais de 3º mundo.

    • Igor Santos disse:

      Bruno, não sei se sua intenção foi essa, mas você apenas confirma o que eu escrevi.
      Talvez você ache que não, mas o seu comentário é uma tradução mais educada do que eu disse no texto.

  2. Andre Souza da Silva disse:

    …É o mal de se viver em uma “velhacocracia”

  3. João Carlos disse:

    Acrescente minha assinatura.

  4. Maria Helena disse:

    Igor, faço minhas as suas palavras, com os olhos marejados e um nó entalado na garaganta por 30 dos meus 50 anos de idade…como deixamos por tanto tempo tanta barbaridade acontecer esperando sempre um “salvador da pátria” que nunca vai existir…Cada um de nós brasileiros tem que fazer sua pequena parte começando pelo básico e este é o momento do BASTA!

  5. Stella disse:

    Nunca é tarde para acordar e corrigir a tal “culpa” a que vc se refere. As manifestações de fato são para despertar o povo e perceber os erros cometidos ou até mesmo perceber que fomos manipulados sobre nossas decisões. Proteste já! O Brasil deve acordar!

  6. PEDRO RODRIGUES GONÇALVES disse:

    GOSTEI DO QUE LI
    ABRAÇOS

  7. Vivian disse:

    Caracas, nao acredito que nosso país seja um lixo completo… mas concordo que a culpa é sua! (nossa!)

  8. Makie disse:

    É isso aí! Li, chorei, revoltei, desejo que tudo mude!! A culpa é nossa sim! De todos um por um! Eu morando no Japão tb sou culpada! Eles são corruptos…e todos nós ficamos só reclamando! Jeitinho todo mundo dá! Eles dão os deles…claro em escala maior! Então se é pra mudar que mude tudo…cada um de nós, que o respeito exista em relação a tudo…a um animal, a um idoso, a uma criança, a um patrimônio….a tudo! Só falta uma coisa no mundo RESPEITO RESPEITO! E espero que está corja que está no governo saia de lá porque não prestam pra nada!!! Parabéns pelo seu texto! Que existam muitas pessoas como você e a Meire, pessoas do bem! Abraços!

  9. Disse tudo!!!!! Sem comentários. Nem precisa.

  10. Eu sou totalmente positiva em todos os teus argumentos. Nota dez.Só que eu não votei nesse pessoal. Não faço parte dessa ignomínia, mas sei que preciso alertar amigos, família,conhecidos, enfim gente que precisa acordar para uma realidade terrível.

  11. Marcela de Vasconcellos disse:

    Sério,

    quero te chamar pra vir na minha casa comer besteiras e conversar por horas. Enfim alguém que tem a mesma opinião que eu .

    Parabéns!!

  12. Karla disse:

    Conheci seu blog através do salada medica.
    Excelente visão do que esta acontecendo.
    Confesso que há muito tempo ando revoltada com tudo.
    Pago meus impostos, cumpro minhas obrigações e o que eu vejo é só corrupção, desgraça, descaso com saude e educação.
    Vontade de mandar tudo a merda.
    Moro em Fortaleza e fui ao protesto.
    Copa do mundo pra quem?
    Nao vou pagar 300 ou mais pra assistir jogo.
    Será que os operários que construíram os estádios poderão assistir algum jogo? NAO.
    As vezes acho que só uma guerra civil resolve essa bagunça.
    Mudança total das lideranças do pais.
    Nao como na passagem da ditadura para democracia, pois os donos do poder continuavam os mesmos.
    Sarney que o diga.
    Brasileiro vive hj sem mínimo de dignidade

  13. Carlos Henrique Nowatzki disse:

    Não suporto mais ler e ouvir falar que tudo é culpa da ditadura. Nunca fui golpista, mas ela durou 21 anos e já passaram 26 desde seu término. Todos dizem que vivemos na mais completa democracia desde então (até derrubamos um presidente), porém isto não tem em nada impedido que que a corrupção e o número de políticos safados (legislativos e executivos) cada vez cresça mais enquanto os direitos e o dinheiro do povo são usurpados.
    Quanto ao futebol: porque ninguém menciona que foi nosso ex-presidente Lula quem muito se empenhou – e até foi pessoalmente ao exterior (as nossas custas, é óbvio, afinal ninguém é bobo para pagar as despesas com dinheiro de seu próprio bolso) – na escolha do Brasil como país sede das copas das Confederações e do Mundo? Pensam que ela não sabia que a roubalheira seria monumental? Ou que o dinheiro destinado a saúde, educação, rodovias, portos, moradias, etc., seria desviada para o bolso de alguns?

  14. Eliane disse:

    Concordo, a culpa é mesmo sua.

  15. Eduardo disse:

    Acredito que essa nova realidade fará abrir os olhos de muita gente “adomercida” diante dos tantos problemas que existem no Brasil e outros tantos citados pelo autor do texto. Parabéns Igor.

    Muitos desses problemas que vivenciamos não surgiram nessa geração. Estar ciente do que acontece, mesmo que tardiamente é melhor do que ignorar propositalmente ou não.

  16. Milena disse:

    Estive esses dias na europa e fiquei impressionada com a falta de perspectivas dos jovens, falam-se em uma década perdida pois os jovens de hoje estão desempregados e sem a menor perspectiva futura…
    Mas apesar de tudo achei bonito a atitude de como protegem o seu país.
    Acho que o problema do Brasil, além dos inúmeros citados é a falta de patriotismo, a síndrome de cachorro vira-lata, o prazer de dizer que isso aqui é uma merda !!!! Talvez se amássemos mais esse país e sentirmos orgulho dele das coisas boas que ele oferece poderiamos lutar contra essa merda de sistema e de politicos, mas para isso precisariamos amar o país e não dizer simplesmente que o Brasil é um lixoo!!!
    Acho que a sindrome de complexo aqui atrapalha a nossa maneira de lutar, amando o nosso país primeiramente.
    E a porta da rua é a serventia da casa !!!!!!
    (Não revisei o comentários, bjs)

  17. […] família Alves, cujo patriarca dá nome ao ASGA e cujo filho, Henrique Eduardo Alves, é aquele que roubou dinheiros dos pobres para dar para seu bode), os voos internacionais via Natal pousarão e decolarão do aeroporto antigo, Augusto Severo, […]

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

tempo

junho 2013
D S T Q Q S S
« abr   jul »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

espaço

Locations of visitors to this page

desfrute e compartilhe

Creative Commons License
Esta obra de Igor Santos é licenciada sob Creative Commons by-nc-sa.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM