Coisas que não sei: panela de pressão

Quem me lê há anos talvez não lembre que às vezes eu uso o 42. como um mecanismo de busca orgânico (faz um tempinho que não pergunto nada aqui, maldito seja o Facebook) e a pergunta a seguir está me corroendo desde que aprendi a usar tal utensílio culinário.

A pressão criada numa panela de pressão atua diretamente no alimento?

Se você lembra desse jogo, sua infância foi há muuuuuito tempo.

Se você lembra desse jogo, sua infância foi há muuuuuito tempo.

Explico: eu notei que cozinhar batatas na pressão faz com que elas fiquem consideravelmente mais firmes do que aquelas cozidas ao ar livre. Desde que eu deixe a panela esfriar e perder pressão ao seu próprio ritmo. Se levantar o pitoquinho (ou “válvula de escape”, para os não-potiguares) fazendo a pressão residual cair rapidamente, os tubérculos estouram como uma espinha inflamada antes de um encontro romântico.

É notável também que carnes cozinham até o ponto em que se desmancham como algodão doce em boca de cachorro mas continuam a manter o formato (novamente, desde que a pressão se equilibre com a ambiente naturalmente).

Eu entendo que, ao ferver sob pressão, a água muda de estado mais calmamente e não forma bolhas tão violentas (um alô para os laboratoristas!), mas a manutenção do formato da carne e da consistência das batatas se dá só por isso? Ou a pressão em si influencia o resultado, segurando as fibras/amido no formato/consistência original?

Minha dúvida é a seguinte: já que geralmente essas coisas estão submersas num líquido não-comprimível, a pressão tem influencia direta sobre as comidas ou apenas o aumento da temperatura explica os fenômenos descritos?

Rapidinha: alguém me explica, por favor?

Como pode uma panela ser “ecologicamente saudável”? Isso pelo menos faz algum sentido?

Tirando o caso de que dos sete itens do campo “composição” apenas três são realmente composicionais (e, desses três, dois não tendo significado algum por serem caracterizados apenas através de nomes de marcas arbitrárias e não-descritivas) e o irritante fato de que, ao clicar no “clique aqui para ampliar a foto”, a imagem na verdade diminui (negrito para simular minha irritação), como pode uma panela alegar que emite menos CO2 (sic) e é ecologicamente saudável?

Eu até queria comprar uma frigideira antiaderente (estou pensando em uma de titânio, que na verdade não é de titânio mesmo, mas de alumínio, cerâmica, magma e “bolsas de ar“), mas agora fiquei preocupado com a minha saúde ecológica.

Só sei que, com certeza, não vai ser uma Brinox.

Categorias

tempo

dezembro 2019
D S T Q Q S S
« jun    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

espaço

Locations of visitors to this page

desfrute e compartilhe

Creative Commons License
Esta obra de Igor Santos é licenciada sob Creative Commons by-nc-sa.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM