Aluno, Alumni, Alumnus

foco_no_aluno_241663_5533.jpg

Algumas pessoas sugerem que a palavra ‘aluno’ significa ‘sem luz’, pois derivaria do latim ‘alumni‘ em que ‘a‘ quer dizer ‘sem’ e ‘lumni‘luz’. Na verdade, a palavra se origina do latim ‘alumnus‘, que significa ‘criança de peito’ e é o particípio passivo perfeito do verbo ‘alere‘, que significa ‘alimentar‘. Uma visão romântica da etimologia da palavra concebe o aluno, portanto, como aquele que é ‘alimentado com conhecimento‘.
Como vocês podem imaginar, a diferença não é banal e gerou muitos problemas. Um deles foi a adoção da palavra ‘estudante‘ no lugar de ‘aluno‘, para retirar o caráter pejorativo de ‘não iluminado‘. No entanto, ‘estudante‘ e ‘aluno‘ não são exatamente sinônimos na língua portuguesa. De acordo com o dicionário Michaelis, estudante é ‘aquele que estuda‘. Assim, eu posso ser um estudante de Paulo Freire sem ter sido seu aluno; ou posso ter sido aluno de Freud sem ser seu estudante.
Um termo também utilizado para substituir aluno é a palavra ‘aprendiz‘, que deriva do particípio passado arcaico ‘apprendititum‘. O verbo ‘apprehendere‘ significa segurar, prender. Aprender significa tomar conhecimento de, reter na memória.
Mais outro termo utilizado recentemente é ‘cliente‘, apesar do preconceito com que ele é visto nos meios acadêmicos, devido à associação com as relações comerciais. Mas o seu significado é nobre. Cliente é aquele que tem confiança em quem lhe presta um serviço. Assim, o termo é mais comumente aplicado em relações profissionais com advogados, médicos e outros serviços. Mas por que não seria também na educação?
(Publicado originalmente no material didático para o curso de capacitação de professores em EAD da UAB)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 5 comentários

  1. Tem ainda discente – especialmente em ‘corpo discente’.
    ‘Cliente’ eu acho horrível. Se bem que às vezes está mais pra ‘paciente’ ou ‘sujeito experimental’.
    []s,
    Roberto Takata

  2. Chloe disse:

    Oi Mauro,
    e tem também o discipulo, mas não sei a origem. ; )
    ‘Cliente’ eu nunca tinha ouvido, rs… soa estranho.
    Abç. ; )
    C.

  3. Rafael disse:

    Uma reflexão interessante, muito proveitosa. Também acho cliente horrível, principalmente quando usam clientela como sinônimo de público-alvo para referir-se a candidatos a estágio em laboratório.

  4. Mauro Rebelo disse:

    ‘Não gosto…’, ‘soa estranho…’, ‘acho feio…’ Preconceito, preconceito, preconceito. Gente… isso não é argumento. Vocês estão parecendo as pedagogas de plantão!

  5. Chloe disse:

    Então, desta vez, vou tentar argumentar, rs…
    Talvez ‘ soe estranho’ porque a idéia de cliente envolve formalmente uma troca; prestação de serviços envolve essa idéia.
    Diferente da relação professor-aluno (ou o que quer que seja), onde alguém transmite os ensinamentos e outro alguém o recebe sem, em princípio, dar algo em troca.
    Hoje em dia há mais espaço para troca em algumas salas de aula e com determinados professores.Mas há bem pouco tempo não havia nenhuma liberdade para o debate, era uma via de mão única mesmo.
    Talvez seja isso… : )
    C.

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Contadores Sitemeter

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM