IMG_1000

Adote a fauna da cidade

Resolvi que minha varanda seria verde quando compramos o apartamento – há quase um ano. Mas não sabia que cuidar das plantas vicia. De madrugada, 5°C, está a Isis lá fora como uma estátua sorridente observando as filhinhas. Logo ao acordar, vai a doida de pijama amarelo e pantufas vermelhas regar as mudinhas. Antes de sair para trabalhar, uma última contemplada. Resultado? Em três meses, temos: dois cactos (última aquisição), dois “bambus-da-sorte”, uma carnívora, árvore da felicidade, pimenteira, três violetas, rosa trepadeira (a bebê), mini rosa, jardineira com várias marias-sem-vergonha, orquídea, brinco-de-princesa e lavanda.

Cultivar plantas surgiu da tentativa de tornar o concreto mais aconchegante e em ajudar minimamente a capturar carbono. Porém, depois do “reflorestamento”, uma discussão sobre ter ou não – e qual – um ser animado de estimação inspirou outra ideia. Um problema para adotar um gato, cachorro ou cacatua é ficar o dia todo fora de casa e, sempre que possível, viajar aos finais de semana. O bichinho poderia sofrer ao permanecer sozinho no apartamento por muito tempo. A solução deveria ser mais livre, mais “Era de Aquário”. Propus: vamos adotar a fauna da cidade. O marido topou.

O brinco-de-princesa foi pendurado para atrair beija-flor. Ainda não vi nenhum sugando suas flores, mas um da espécie visitou – numa tarde dessas de domingo – a varanda de cima. Que feliz! Pode ser que ele tenha ido até a nossa quando estávamos fora de casa. Outras plantas que atraem borboletas e abelhas também serão cultivadas na “gigante” varanda. Estou analisando quais seriam mais adequadas à iluminação e ao espaço. Mesmo assim, ainda é insuficiente. Beija-flor, borboleta e abelhinha não fazem primavera. Quero mais… quero maritacas!

Dei mais essa sugestão. Já no dia seguinte, empolgados compramos semente de girassol – dizem que essas aves pequenas, ruidosas e bagunceiras a-do-ram. Prendi na grade um pote leve de plástico, que guardava na gaveta da cozinha, e tasquei um monte de sementes dentro. Nada. Coloquei mais um pouco. O vento derrubou as sementes lá em baixo. Nada. Compartilhei meu mal resultado com meus colegas de redação. Eduardo Cesar, fotógrafo da revista Pesquisa Fapesp, emprestou sua habilidade para a marcenaria e fez um comedouro de bambu. Ficou perfeito. Há cerca de um mês, o refeitório está preso à grade.

Nada. Dizem que as maritacas demoraram cerca de dois meses para perceberem que colocamos o alimento. Tudo bem, serei paciente. Agora, além de observar as plantas e as flores de casa, todo dia chego correndo à varanda para saber se tivemos visitas. Quem sabe elas virão amanhã?

Obs.: Obrigada amigos que nos presentearam com plantinhas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

7 ideias sobre “Adote a fauna da cidade”

  1. Oi Bruna! Que máximo, eu não tenho coragem de encher a casa de bichinhos… Aí, apelei para as plantas. E coloquei um vaso de barro na parede! É onde está o brinco-de-princesa. Mas certeza que cabe mais! Aos poucos, virará floresta, rs. Beijos.

  2. É Marcus, o condomínio não aceitaria… Sem contar que cairia na varanda do vizinho que não iria gostar muito, rs.

  3. Adoro plantas e bichos. Lá em casa, um apê sem varanda, improviso um jardim em cima da geladeira, penduro plantas na tela da janela da cozinha, tenho um corredor largo que me permite ter uma estante com plantas. Ah, e uso a bancada da cozinha como suporte para Bonsais, bromélias e tudo mais que eu encontrar no supermercado.

    Os animaizinhos, que viram filhos e faltam falar, tenho 4. 2 gatos e 2 cachorros. Sim, isso tudo em um apê pequeno e sem varanda. É amor… é casa cheia de vida, de balanço, de molejo.

    Um bichinho sozinho dá dó… por isso tenho 4. Um cachorro faz cia ao outro e uma gatinha faz cia à outra. E os 4 se divertem no segundo quarto que, além de escritório e morada para meus livros, é o quarto dos bichos-filhotes.

    =)

    E sorte pra sua varanda cada dia mais linda. Que tal pendurar vasinhos de barro nas paredes? Acho lindoooo e fiz isso no meu corredor-que-quer-ser-varanda.

    http://www.bananacraft.com/blog/wp-content/uploads/2009/07/vasos4-199×300.jpg

    http://www.felixplantas.com.br/web/images/stories/planta-mes/vasos-pendentes/vasos-pendentes-01.jpg

    http://www.bananacraft.com/blog/wp-content/uploads/2009/07/vasos4-199×300.jpg

  4. bem legal.
    eu inverteria a posição do bambu, deixando para o lado de fora da varanda. Mais fácil de ser percebido. (mas imagino que o seu condomínio não permita isso)
    Um bando de maritacas vai deixar muita sujeira na sua varanda. rs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *