Como um glaciar é formado?

Antes de viajar à Patagônia, procurei informações em português sobre glaciares. Achei pouca coisa – não temos glaciares no Brasil… A maioria das informações estava em inglês e, algumas, em espanhol. Portanto, para ajudar pessoas como eu, fiz um vídeo explicando como os glaciares se formam. Parece mágica, mas não é! De quebra, você ainda verá em HD imagens exuberantes desse presente da natureza!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Discussão - 4 comentários

  1. […] lembra-se do filme “A Era do Gelo”? -, aumentando e diminuindo a quantidade e o tamanho dos glaciares. A cada resfriada, as “pedronas” de gelo se arrastavam entre as montanhas desgastando […]

  2. É Thomas só temos que lutar para mantermos estas obras da natureza para as próximas gerações http://goo.gl/4aWux1 Pois a especulação imobiliária está avançando muito rapidamente sobre as reservas de proteção ambiental

  3. Isis Nóbile Diniz disse:

    Oi Thomas, obrigada pelas informações agregadas!

    Eu, simplesmente, me apaixonei pelos glaciares. Durante a viagem, uma diversão era ficar observando o topo das montanhas com binóculo para ver se encontrávamos aqueles gelos azuis incrustados, quase pulando para fora do lugar. Aí, se lá de baixo (mais de 1.500 metros abaixo das montanhas) víamos esses gelos, gostávamos de imaginar o tamanho que eles têm se observados de pertinho! É uma loucura. O gelo é apaixonante.

    Ah, e preciso conhecer Varvito. Tá, aí, um passeio para o fim de semana.

    Abraços!

  4. Thomas disse:

    Muito bacana. 2:49 explicando bastante coisa, de forma dinâmica. Acho que é por ai mesmo que a educação moderna está se achando! =)

    Aprendemos muito mais sensorialmente! Vídeos e músicas são a melhor maneira de introduzir estudos (depois, se apessoa se interessar, começa a ler para se aprofundar). O ideal mesmo é todo mundo viajar bastante (ao vivo ou na imaginação), aí sim se aprende!!!

    Além daqui não ter geleiras atualmente, também não temos em nosso passado geológico recente. Como as paisagens aqui mudam bastante desde o pleistoceno (desde 100 mil anos atrás até hoje), nem mesmo as super antigas glaciações anteriores que nos atingiram deixaram muitos vestígios. Contudo, alguns podem ser encontrados, como o parque do Varvito, um ritmito glacial em Itu, SP.

    Quando durante a última glaciação entre 100 mil e 10 mil anos atingiu o hemisfério norte, muita coisa aqui no hemisfério sul mudou, justamente em reflexo ao que acontecia em cima. Quando a mesma era do gelo acabou ali no hemisfério norte, houve intensidade de chuvas aqui ao sul do equador, mudando muitos relevos e solos. Essa relação de “era do gelo-fim da era do gelo” que criou as paisagens que vemos no Brasil (inclusive fazendo o homem atravessar da ásia para as américas). Por isso é importante saber sobre geleiras, mesmo que recentemente não a temos, elas influenciaram nossas paisagens indiretamente!

Envie seu comentário

Seu e-mail não será divulgado. (*) Campos obrigatórios.

Categorias

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM