>

Depois do Ano do Brasil na França, em 2008, chegou a nossa vez de homenagear os franceses. Mas parece que a primeira impressão do Presidente gaulês, Nikolas Sarkozy, não foi muito agradável: ano da frança no brasil

Após a visita, Sarkozy informou o presidente Lula que não voltará mais ao país durante os próximos eventos comemorativos do Ano da França no Brasil por que estará muito ocupado com uma agenda de intensas relações com a sua primeira-dama, a cantora italiana Carla Bruni – o que é perfeitamente invejável compreensível.

O Itamaraty divulgou nota sobre o fato dizendo “que nunca antes na história deste país nós tivemos dois canhões dentro do Palácio do Planalto: Dona Marisa, a primeira-dama, e Dilma Rousseff, o primeiro-ministro”.

Diante do caso, o Ministério da Cultura e o Ministério das Relações Exteriores estudam cancelar o Ano da França no Brasil por falta de interesse dos francos. O evento seria substituído pelo Ano do Irã no Brasil, pois o presidente Ahmadinejad estaria muito interessado em visitar o país e comprar material bélico nacional. O projeto conta com apoio do Ministério da Defesa e de todos os setores das Forças Armadas, que querem a modernização de nossos arsenais. Ainda não se sabe qual seria o impacto da venda dos canhões à ditadura teocrática democracia de Teerã na imagem do Brasil junto à comunidade internacional. O presidente Lula apoia a ideia e acredita que a medida vai melhorar ainda mais a imagem que os estrangeiros têm do Brasil – principalmente aqueles que visitam Brasília.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...