>

“Todas as cartas de amor são ridículas”, como escreveu certa vez Fernando Pessoa, na pessoa de Álvaro de Campos. Formulários de amor, então, devem ser mais ridículos ainda, por serem burocraticamente frios em vez de serem melosos e assumidamente ridículos. 
De saco cheio com o excessivo zelo dos censores durante a I Guerra Mundial, um soldado anônimo teve a ideia da seguinte “carta de amor pré-formatada” para uso das tropas britânicas. Bastava riscar todas as palavras, com exceção das escolhidas (obviamente, foi necessário fazer algumas adaptações para a língua portuguesa):
No Campo

__/__/1917

Minha (cara / querida / amada)

Eu não posso escrever muito hoje pois estou bastante (sobrecarregado / ocupado / cansado / preguiçoso) e o(s) (CORPS / G.O.C. / G.S.O.I. / A.A. & Q.M.G. / HUN) está(ão) atuando de forma intensa.

As coisas no nosso caminho estão indo (bastante bem / como sempre / pas mal [sic])

(Nós / Os tedescos) apresentamos um belo espetáculo (ontem / na noite passada) com (completo / tolerável / nenhum) sucesso.

(Nossa / A Russa / A Italiana / A Montenegrina / A Monagasca / A Norte-americana / A Brasileira / A Panamenha / A Boliviana / A Francesa / A Belga / A Sérvia / A Romena / A Portuguesa / A Japonesa / A Cubana / A Chinesa) ofensiva parece estar avançando bem.

A ofensiva Alemã é (obviamente / aparentemente / assim espero) um fracasso completo.

Eu estou mesmo começando a pensar que esta guerra vai acabar (neste ano / no ano que vem / daqui a algum tempo / nunca).

(O) (As) (moscas / rações / clima) (é / são) (vil / execrável / mais do mesmo).

O _______________ está (alegre / triste / lânguido / bastante ferido / de licença).

Agora estamos vivendo em um(a) (chateau [sic] / fazenda arruinada / barracão / trincheira).

Eu estou (esperando para breve / quase pronto para / atrasado para / fora da fila para) a licença, que agora está sendo (permitida / negada).

Eu estou sofrendo de um (leve / sério) (pavor / choque pós-guerra / ferimento _____________) [“Ou cite a doença. Se a sentença for inteiramente riscada, o escritor pode estar presumivelmente bem ou ter falecido”]

(_______________ / a esposa de ______________) acaba de (mandar-lhe / presentear-lhe com) __________________.

O que eu mais gostaria é ________________________.

Muito obrigado por seu(sua) (carta / pacote / boas intenções).

Como nossos(as) (animais domésticos (inclusive vacas) / batatas / crianças) estão indo?

Eu espero que você esteja (bem / melhor / resistindo / economizando dinheiro / relacionando-se melhor com a mãe).

[Insira aqui suas expressões de afeto — NÃO ULTRAPASSE DE DEZ PALAVRAS]: ___________________________________________

Sempre __________________,

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...