"An Army Boxing Competition." (Punch, jan/1914)

“An Army Boxing Competition.” (Punch, jan/1914)

Anúncio de uma das primeiras escolas de boxe da Europa, a “British School of Boxing”, publicado no Daily Advertiser do dia 1º. de fevereiro de 1747:

Mr. Broughton propõe-se, com a assistência apropriada, a abrir uma academia em sua casa, em Haymarket, para a instrução daqueles que estão interessados na glória do boxe, onde a inteira teoria e prática desta verdadeira arte Britânica, com todos os golpes, as defesas e os cruzados, &c. incidentes aos combatentes serão amplamente ensinados e explanados; e informa às pessoas de qualidade e distinção que não serão impedidas de ingressar no curso desta lições, sendo recebidas com a mais alta estima e consideração à delicadeza da estrutura e constituição do aluno; serão fornecidos armortecedores [luvas de boxe] que efetivamente impedirão a incoveniência de olhos roxos, mandíbulas quebradas e sangramentos no nariz.

Considerado pai do boxe britânico, John Broughton (1704-1789) foi um ex-balseiro que passou a lutar (literalmente) para criar os filhos na Inglaterra do séc. XVIII. Naquela época, o boxe ainda não era visto como esporte e os lutadores, quase sempre recrutados entre pobres e desempregados, eram comumente explorados por vigaristas metidos a treinadores. Broughton, porém, teve a sorte de ter encontrado um treinador honesto, George Taylor, e começou lutando em ringues montados nas ruas de Londres. Mais tarde, com o dinheiro de suas vitórias, contruiu um ginásio — o Boughton’s Amphitheatre — e abriu sua academia, anunciada acima.

O anúncio teve sucesso, inclusive entre as “pessoas de qualidade e distinção”. Broughton chamou a atenção de alguns nobres e o boxe passou a ser mais bem-visto pela elite inglesa. Acompanhado pelo seu patrono, o Duque de Cumberland, fez algumas exibições na Europa continental. Em sua passagem por Berlim, fez uma declaração memorável quando o Duque lhe pediu para escolher um dos granadeiros do regimento de Frederico, o Grande: “Porque, Sua Alteza Real, eu não tenho objeção de lutar contra todo o regimento, contanto que me permitam, por gentileza, um lanche entre cada batalha.”

Após anos de sucesso e vitórias, Broughton foi derrotado por um tal de Slack em abril de 1750, uma derrota tão inesperada que lhe deu quase 1 000 libras de prejuízo e deixou-o à beira da falência. Ele deixou de lutar depois disso, mas conseguiu manter sua academia de boxe até seu falecimento, aos 85 anos de idade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...