Operário pinta torpedos numa fábrica britânica nesta foto icônica de H. W. Nicholls (1917)

Operário pinta torpedos numa fábrica britânica nesta foto icônica de H. W. Nicholls (1917)

Fotógrafo britânico e pioneiro do fotojornalismo freelance, Horace Walter Nicholls (1867-1941) teve uma carreira que foi das colunas sociais às coberturas de duas guerras.

Nascido em Cambridge em 1867, era filho de Arthur Nicholls, fotógrafo profissional, que o treinou. Já adulto, estabeleceu-se em Joanesburgo e cobriu a Guerra dos Bôeres [1899-1902] para o jornal londrino South Africa.

Frederick Sleigh Roberts, 1º. conde Roberts e seu ajudante-de-ordens indiano, Dafudar, durante a Guerra dos Bôeres. (H. W. Nicholls, 1900)

Frederick Sleigh Roberts, 1º. conde Roberts e seu ajudante-de-ordens indiano, Dafudar, durante a Guerra dos Bôeres. (H. W. Nicholls, 1900)

Após o conflito, retorna à Inglaterra e atua como freelance para publicações como The Tatler, The Illustrated London News e Black and White e torna-se um dos primeiros a conseguir ganhar a vida dessa forma.

Dorothy Levitt na abertura de Woman and the Car (H. W. Nicholls, 1909)

Dorothy Levitt na abertura de Woman and the Car (H. W. Nicholls, 1909)

Voltado aos eventos sociais e esportivos, fotografa, em 1909, Dorothy Levitt [1882-1922], primeira britânica a pilotar carros de corrida e considerada a “Moça mais veloz da Terra” em sua época. As fotos de Nicholls foram usadas como ilustrações no livro dela, The Woman and the Car, manual de divulgação do automobilismo para as mulheres.

Mulheres na manutenção de um trem durante a I Guerra Mundial.

Mulheres na manutenção de um trem durante a I Guerra Mundial.

Operárias numa fábrica de munições em Chillwell (H. W. Nicholls, 1917)

Operárias numa fábrica de munições em Chillwell (H. W. Nicholls, 1917)

Durante a I Guerra, Nicholls continuou trabalhando como autônomo, mas chamou a atenção do recém-criado Ministério da Informação, sendo nomeado Fotógrafo Oficial. Trabalhou no front interno do Reino Unido, quando retratou fábricas de munição, tropas em treinamento e as mulheres que largaram o lar para ocupar as fábricas.

Nicholls sendo entrevistado por um escoteiro em 1917

Nicholls sendo entrevistado por um escoteiro em 1917

Após a Guerra, foi responsável pelo setor de conservação e restauro do acervo fotográfico do recém-fundado Imperial War Museum e tirou fotos dos monumentos à memória da I Guerra, mas também atuou como freelance para a imprensa.

THE WAR MEMORIALS OF THE FIRST WORLD WAR
Um dos monumentos aos soldados britânicos tombados na I Guerra © IWM (Q 45812)

Casado com Florence Holderness, Nicholls teve cinco filhos — entre eles um foi morto durante a Grande Guerra e outro foi o ator Anthony Nicholls (1902-1977). Aposentado em 1932, Horace Walter Nicholls faleceu vítima de diabetes em 1941, aos 74 anos.

HISTORY OF THE IMPERIAL WAR MUSEUM
Peças de artilharia no Museu Imperial de Guerra do Reino Unido (1927) © IWM (Q 44827A)

Atualmente sua produção, que soma milhares de imagens, divide-se entre a Royal Photographic Society (RPS), o Imperial War Museum (IWM) e sua família. Algumas das fotos da RPS já foram digitalizadas pela Getty Images, mas a maior parte de sua produção em versão digital está disponível no site do IWM.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...