A cláusula que determina a devolução de um imóvel em estado tal qual foi alugado pela primeira vez tem o objetivo de evitar reformas indesejadas pelo locador ou, pior ainda, uma falta de manutenção que torne o imóvel inabitável. Mas e quando a propriedade foi sido entregue pelo proprietário em condições deploráveis e cheia de ratos? Nesse caso, pode ser necessário recorrer aos classificados em busca de serviços de ratização. Isso mesmo, ratização! É o que se vê no seguinte anúncio, publicado num jornal inglês há pouco mais de duzentos anos:

Precisa-se, imediatamente, para que eu possa deixar a casa em que habitei durante estes últimos cinco anos nas mesmas condições em que a encontrei: 500 RATOS VIVOS, pelos quais eu pagarei a soma de £5 esterlinas. Como também não posso deixar a horta anexa na mesma ordem em que a coloquei, sem pelo menos Cinco Milhões de Docks, Dockens [ervas daninhas], prometo aqui uma soma adicional de £5 pelo dito número de Dockens.
Dado em 31 de outubro de 1816.
Note Bem: Os ratos devem ser bem crescidos, e não aleijados.

— Henry Sampson. A History of Advertising from the Earliest Times, Illlustrated by Anecdotes, Curious Specimens and Biographical Notes [Uma História dos Anúncios desde os Tempos mais Antigos, Ilustrada por Anedotas, Espécimes Curiosos e Notas Biográficas]. Londres: Chatto & Windus, 1874. pp. 267-8

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...