estrada

Zebras e girafas são vistas da estrada

Enquanto dirigimos nas rodovias do Brasil vemos vacas pastando e, eventualmente, sentimos o cheiro de criação de porco. Na África do Sul, dependendo da região também observamos vacas (holandesas) e criações de carneiros. Meigo. Agora, já imaginou ver zebras, girafas, antílopes, elefantes e até leões separados da rodovia por uma mera cerca elétrica? Essa é a visão do céu – e sinal de que estamos na África. Á-FRI-CA. Ai, é emocionante!

“Não entre, LEÕES”, dizem algumas placas presas às cercas elétricas na região de Port Elizabeth. A regra é clara: se a cerca tem eletricidade, provavelmente, a reserva possui animais que podem se alimentar da carne humana. Nós dirigíamos com atenção redobrada sempre que passávamos de carro pelas estradas de terra ou rodovias que tinham cercas elétricas dividindo a reserva do asfalto ou da terra. A chance de ver um animal silvestre era gigante!

Em uma breve pesquisa que fiz, parece que a economia da África do Sul está baseada na exploração de minérios e na exportação agrícola. Mas, graças ao turismo (reforçado ainda mais com a Copa do Mundo cediada por eles, os animais endêmicos da região que correm risco de extinção conseguiram certa proteção. As reservas garantem seu habitat, sua alimentação, sua exploração econômica com o turismo e, assim, sua existência. É o caso desta espécie de zebra – existem três, uma outra parente já foi extinta.

Além de garantir a sobrevivência dos animais, criar reservas particulares e governamentais é uma maneira de proteger os habitantes locais das espécies que oferecem riscos à população como leões e elefantes – estes são fofos, mas podem ser violentos. Não seria uma inspiração para o Brasil? Existem reservas semelhantes no Pantanal, mas soube de muitos problemas relacionados a ataques de onças-pintadas – leia, no link, matéria da jornalista Juliana Arini.

Bom, tenho muitas histórias para postar aqui sobre a minha viagem para a Mama África. Esperto ter tempo para escrver os causos e compartilhá-los com você.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 ideias sobre “Zebras e girafas são vistas da estrada”

  1. Oi Marcus,

    De nada! Que delícia! Poderá curtir uma boa praia. Não deixe de conhecer as cidades próximas à Cape Town, como as bucólicas Stellenbosch e Franschhoek. Você vai ter bastante tempo para explorar a região.

    Abraços e boa viagem!

  2. Isis, muito obrigado pelas dicas.
    Decidi ir no verão (fevereiro) e pretendo ficar em Cape Town ao menos por 3 semanas. Depois terei uns 8 dias livres para rodar por onde eu quiser. Pensei em ficar uns 4 dias no Kruguer. Mas vou pesquisar tbm estes outros parques.
    Adorei o ultimo post, me deixou ainda mais ansioso para ir.
    abs!

  3. Oi Marcus,

    Tudo bem? Tenho várias dicas! Bom, sempre é relativamente fácil ver bicho, mas a melhor época é a de seca quando os animais se reúnem perto dos locais com água. Se você vai para o Kruguer, é melhor no inverno. Se você vai fazer Safári perto de Cape Town, no verão. Eu fiz safári em dois lugares perto de Port Elizabeth – super recomendo essa região. E passei praticamente seis dias fazendo safári. Achei um bom tempo – deu para ver todos os animais que queríamos, os bichos caçando, comendo, brigando, namorando…

    Para ver baleias, tem que ser no inverno (desde cerca de julho até outubro) – recomendo a cidade de Hermanus. Se você quer pegar uma praia, verão, claro. Agora, se quer economizar bastante, agosto é baixíssima temporada.

    Se pintar mais dúvida, só escrever que respondo!

    Abraços!

  4. Oi Isis.
    Estou fechando uma viagem de 1 mês para Africa do Sul. Gostaria de dicas! Minha maior dúvida é sobre a época. Dizem que o verão não é a melhor estação para se avistar os bichos. Em que época você foi? Agora no inverno?
    Visitou algum parque próximo a Capetown?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *