Aniversários do 42.

Hoje completam-se 2π anos que blogo.

Não é bem esse tipo de “2 pi anos”.

π, ou pi, é um número irracional (ou seja, que não pode ser representado como uma fração, como 8, racional, pode ser representado como 32/4, por exemplo) que corresponde à circunferência de um círculo dividida pelo seu raio.

Pi-unrolled-720.gif

Aniversários do 42.

Hoje, completo 10 anos venusianos de blog! Comecei com outro, que mudou de nome e depois se separou em vários, dentre eles o 42.

Parabéns!

Parabéns!

A Vênus de Willendorf aí em cima tem uns trinta mil anos terráqueos, o que dá mais ou menos quarenta e oito mil anos venusianos.

Aniversários do 42.

Continuando o ano de comemorações, hoje, mais especificamente neste momento, o 42. completa três milhões de minutos! Com uma média de quase um visitante por minuto [1] desde que comecei a blogar.

êêêêê

êêêêê

Dois milhões, novecentos e noventa e nove mil, novecentos e noventa e nove (2999999), por sua vez, é um número primo! Mas isso não tem nada a ver com a data de hoje! Êêêêêêêê!

———

[1] Contando somente o horário comercial, menos a pausa para o almoço e o cafezinho. Vários cafezinhos, aliás. E talvez uma ordem de magnitude a menos, também.

Aniversários do 42.

Hoje[1] o 42. completa três anos marcianos! E, para melhorar ainda mais o clima, terça-feira nosso blog favorito escrito por mim no Scienceblogs completará 4 \sqrt{2} anos!

Primeira evidência física de aproximação de √2, já em preparação para este aniversário.

Primeira evidência física de aproximação de √2, já em preparação para este aniversário.

No começo deste ano, em 17 de janeiro, completamos 2e anos e, no primo seguinte, dia 19, alcançamos nosso tricentésimo-primo dia.

Dois primos mais tarde, inteiramos três anos áureos.[2]

Não é a lei, é a proporção.

Não é a lei, é a proporção.

Muitos aniversários ainda estão por vir este ano. Fiquem ligados!

———

[1] Contando a partir da separação do uôleo, meu mais antigo e mais aleatório.

[2] Já sob a tutela do Scienceblogs, após o fim do Lablogatórios.

2013 no 42. em números (em palavras {em imagens})

Em 2013 eu consegui escrever de forma vocabularicamente consistente e diversa (excetuando-se “ser” e “ainda”, dos quais ainda não conseguir ser livre), como mostra a nuvem de palavras abaixo.

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Não tão consistente assim foram as buscas dos leitores que findaram aqui. Me parece que, além dos que procuram formas alternativas para se drogar, consegui um bom público desmistificando spams e videntes.

Clique para vasculhar

Clique para vasculhar

E agora, um poeminha pros paraquedistas.
Por favor, não achem que drogas ou catarro são vitamina mas saibam que Tupak é um charlatão que vai drogar seu intelecto e fazer você engolir besteiras. A Avon não vai chapar a ladra Tara, outra charlatã, nem vai fazer você ficar chapado, pois muito mal pode causar o alpiste, mas nada em comparação ao aborto que é o vidente que insiste em cuspir na cara da realidade, como uma diabetes em forma de batom (batons) que não contem nem camarão e nem muito menos chumbo. Essa foi a lição de 2013.

2012 no 42. em uma imagem que vale, literalmente, mil palavras

Clique na imagem para explorá-la.

Salada 42.

Eu sempre achei o vegetarianismo imoral. Acho mais aceitável matar um animal com a finalidade de comê-lo do que matá-lo de fome, comendo a comida dele. Por que um ser humano trairia assim tão cruelmente sua própria herança evolutiva se recusando a comer proteína e vitamina B12?

Por isso, durante a maior parte da minha vida, a palavra “salada” significou “a comida da minha comida”. Todas que me eram apresentadas sofriam de uma crônica escassez de variedade. Ou eram rodelas de tomate e cebola servindo de peso para impedir que uma solitária e íntegra folha de alface fosse levada pelo vento, ou simplesmente alface servindo de camuflagem para sua amargurada e intensamente desgostosa prima, a rúcula.

Mas isso mudou alguns anos atrás, quando conheci quem viria a ser minha namorada e, logo em seguida, esposa.

Meire me apresentou ao delicado mundo dos vegetais cortados em cubinhos. Isso foi uma revolução gastronômica na minha vida, porque a partir de então eu poderia misturar os sabores diretamente na minha boca sem precisar deslocar meu maxilar, nem comer somente o 1/8 de cebola para só depois degustar do cilindro de tomate à minha frente.

No entanto, isso só aconteceria se eu mesmo preparasse, pois até nos comedouros especializados em salada ainda é mistério a tecnologia do “cortar cada pedaço mais de uma vez”.

E isso traz nada mais que vantagens, pois eu posso controlar tanto a densidade proteica e vitamínica quanto todos os sabores, texturas e umidades que desejar.

Após muita experimentação (em todas as acepções do termo), cheguei a um método que, para minhas papilas e da minha mulher é perfeito. Equilibradamente flexível e consistente enquanto macia e crocante, nutritiva e divertida, de preparo simples e de resultado complexo.

A fórmula é a seguinte (quantidades volumetricamente comparativas):

1 lycopersicon – qualquer variedade de tomate, sempre bem maduro.

1 vegetal folhoso – qualquer espécie de alface ou outra coisa que uma uma girafa não faria questão de rejeitar.

OU

1 vegetal crucífero – qualquer cor de repolho, qualquer nível botânico ou nacionalidade de couve, brócolis, nabo, etc.

1 cenoura – aqui não tem como fazer piadinha porque sua salada vai depender dela para crocância, coisa que nenhuma outra umbelifera pode dar visto que a maioria vem em forma de erva e as outras não prestam para comer cruas.

0,5 capsicum – se você estiver se sentindo aventureiro, vá de pimenta. Caso contrário, qualquer cor de pimentão.

1,5 allium – este vai ser dividido em duas partes, sendo um terço cru (recomendo que seja cebola mesmo) e dois terços caramelizados em fogo baixo com algumas gotas de azeite (mas shhhhh, isso é segredo).

1 legume (ou grão molhado) – milho, ervilha, feijão (sério, pode testar), grão-de-bico, lentilha, etc.

1 noz (ou grão seco) – amendoim, castanha, nozes, castanha-do-pará, amêndoa, avelã, pistache, caroço de jerimum, ou até alguns besouros ou formigas fritas.

0,5 doce e frutoso – morango glaceado, kiwi desidratado, uva-passa, doce de goiaba, figo turco, tâmara, damasco seco, etc. Você vai me agradecer enormemente por isso. Já adianto meu “de nada”.

1,5 animal – o ingrediente principal. Geralmente uso tiras de filé bovino, cubos churrascados de músculo estriado de aves ou atum defumado, mas creio que costela de porco, pernil de carneiro, anéis de lula ou outro representante da locomoção consciente (inclusive os embutidos) não deixariam sua salada terrível. Ou, se quiser comer um bicho inteiro de uma vez só, recomendo um ovo cozido.

1 queijo – esta etapa se torna melhor quando combinada com a anterior. Por exemplo, se usar tiras de filé, vá de gorgonzola; se preferir frango, escolha queijo do reino ou até brie; quando faço com atum, uso sempre algo branco, como mussarela ou coalho.

0,5 adstringente controverso e opcional – aqui, sempre usamos azeitona mas não vejo um só motivo para não acrescentar pasta de alho, vinagre balsâmico, alguma variação no tema mostarda ou até suvinil raiz-forte, caso seu nariz esteja entupido.

Tudo isso temperado com sal, pimenta-do-reino (moída na hora, por favor), noz-moscada (idem item anterior), azeite, vinagre, molho inglês ou de soja em quantidades adequadas (sempre lembrando que “zero” também é uma quantidade, caso você não goste de algo listado).

Outros ingredientes opcionais:

0,2 folhas aromáticas frescas – cebolinha, hortelã, alecrim, coentro, manjericão, orégano, salsa, ou até folhas de limoeiro (sem onda, elas são muito usadas na culinária vietnamita).

1 frutas frescas – tangerina, melão de qualquer cor, manga em um dos vários estágios de maturação, uva meiadas e descaroçadas, morango, fatias quarteadas de banana, caju, maçã ou pera em cubos e goiaba preferencialmente sem sementes.

Hoje eu como salada pelo menos uma vez por semana (quero até aumentar a frequência), nunca repetindo uma receita diferente mas sempre usando o esquema acima. E confiro o Selo Igor Gold de Qualidade enquanto agradeço novamente à minha mulher por me apresentar a este novo mundo de sabores e delícias.

Se eu fosse…

…um trítio, hoje eu teria apenas 17,5% de chance de ainda existir.

…uma promoção enganosa de uma companhia telefônica, estaria vencendo.

…Tesla, estaria desenvolvendo minha famosa bobina.

…um Ursus arctos horribilis, estaria estatisticamente nos meus últimos suspiros.

…Asimov, estaria lançando o primeiro volume d’A Fundação.

…um canal de TV, seria famoso por programas de auditório.

…um país independente, seria Belize.

…Einstein, estaria calculando a existência do fenômeno de lente gravitacional.

…um fotão das letras luminosas do Departamento de Reclamações de Eadrax, os habitantes de Pólux estariam lendo hoje “vá lamber sabão”.

…Douglas Adams, estaria lançando meu dicionário de verbetes inéditos e programando meu primeiro jogo de computador.

No entanto, como eu sou nada disso, estou aqui escrevendo um blogue que, caso esteja sendo transmitido ao espaço, estaria agora chegando em Alfa Centauro.

E que, se fosse um isótopo de germânio-68, estaria nos seus últimos 2,4%.

Mas ainda bem que não é.

Onze onzes de 2011, uma retrospectiva

Já que ano passado não teve poeminha e 11 é um número muito mais redondo que 10, aqui vão onze listas de onze coisas que aconteceram no ano 11 do Calendário Apocalíptico.

Os onze textos mais visitados:

1 – Participe da campanha “Seja um Médico Limpinho” (LINK);

2 – Cura do câncer – ascensão e queda de um mito (LINK);

3 – Homeopatia, coitadinha, não tem vez porque a “Indústria Farmacêutica”, que se preocupa apenas com dinheiro, não deixa! (LINK);

4 – Batons com chumbo (LINK);

5 – Camarões, arsênio e vitamina C, uma estória (falsa) de amor (LINK);

6 – Avião de papel (LINK) (minha primeira publicação com um “scienceblogs” antes do meu “uoleo”);

7 – Médicos, CFM, homeopatia e imoralidades (LINK);

8 – Cuspir ou engolir?(LINK);

9 – Carnaval Proibido (LINK);

10 – Este blogue é a favor do aborto (LINK);

11 – Auto-Hemoterapia e a medicina da Idade Média de mãos dadas (LINK). [1]

Agora, para o tráfego “social”.

Os onze artigos mais lidos via Facebook:

Participe da campanha “Seja um Médico Limpinho”;

666, o mais besta dos números (LINK);

Ferro, Lítio, Zinco, Astato e Alumínio para todos! (LINK) (minha entrada mais roubada do ano, o que se torna algo ainda mais impressionante visto que foi publicada seis dias antes de 2011 acabar);

Este blogue é a favor do aborto;

Para cada escravo que você financiar, eu vou comprar três cintos de couro (LINK);

A latrina dos deuses (ou, a cólonização do espaço) (LINK)

Homeopatia, coitadinha, não tem vez porque a “Indústria Farmacêutica”, que se preocupa apenas com dinheiro, não deixa!;

Médicos, CFM, homeopatia e imoralidades;

Homeopatia é feita de nada e NÃO funciona contra dengue (LINK);

Resenha – Por Que as Pessoas Acreditam em Coisas Estranhas (LINK);

UTILIDADE PÚBLICA – Cuidado com os ESPELHOS, ops, SPAMS! (LINK) (a dois dias do fim do ano! Valeu, Facebook!).

Artigos mais lidos via feed (volta GReader!)

Participe da campanha “Seja um Médico Limpinho”;

666, o mais besta dos números;

Homeopatia, coitadinha, não tem vez porque a “Indústria Farmacêutica”, que se preocupa apenas com dinheiro, não deixa!;

Para cada escravo que você financiar, eu vou comprar três cintos de couro;

Lição de geometria básica para auto-hemoterapeutas e demais pseudocientistas (é tudo ilustrado, não precisa se desesperar) (LINK);

Medicina cura. Homeopatia mata. #ten23 (LINK);

A mais nerd das piadas (LINK);

Médicos, CFM, homeopatia e imoralidades;

Ferro, Lítio, Zinco, Astato e Alumínio para todos!;

“Bebida amarga torna as pessoas mais críticas, mostra estudo” <= Não, não mostra. (LINK);

Pedofilia nem sempre é crime (LINK).

Artigos mais lidos via Twitter: [2]

Homeopatia, coitadinha, não tem vez porque a “Indústria Farmacêutica”, que se preocupa apenas com dinheiro, não deixa!;

Médicos, CFM, homeopatia e imoralidades;

Homeopatia é feita de nada e NÃO funciona contra dengue;

Pedofilia nem sempre é crime;

Medicina cura. Homeopatia mata. #ten23;

Desafio #ten23 – overdose homeopática: vídeo-diário (LINK);

666, o mais besta dos números;

Desafio #ten23 – overdose homeopática. Ou, ‘o dia em que eu não morri’ (LINK);

Douglas Adams: frases aleatórias (LINK) (“A lojinha do hotel só tinha dois livros bons, ambos escritos por mim.“);

Lição de geometria básica para auto-hemoterapeutas e demais pseudocientistas (é tudo ilustrado, não precisa se desesperar);

A mais nerd das piadas;

Agora, mudando um pouquinho a abordagem, alguns termos de busca que, de uma forma ou de outra, dão aqui no 42.

As onze maneiras mais comuns de se chegar aqui via Google, ipsis litteris:

1 – 42;

2 – josé alexandre barbuto;

3 – carnaval proibido;

4 – cura do câncer;

5 – batom com chumbo;

6 – candiru;

7 – douglas adams frases;

8 – avião de papel;

9 – pavesio advogados associados;

10 – a favor do aborto;

11 – vidente tara.

As onze maneiras mais comuns de se chegar aqui via Bing:

1 – carnaval proibido;

2 – horas iguais;

3 – josé alexandre barbuto;

4 – 42;

5 – aviao de papel;

6 – receita de sorvete;

7 – carnavalproibido;

8 – horas diferentes;

9 – avião de papel;

10 – batons com chumbo;

11 – www.carnavalproibido.com.br (sério, isso leva ao 42. através do Bing).

As onze maneiras mais comuns de se chegar aqui via Yahoo: [3]

1 – josé alexandre barbuto;

2 – carnaval proibido;

3 – carnaval proibido 2010;

4 – jornal do carnaval proibido;

5 – camarão e vitamina c;

6 – amish;

7 – engolir ou cuspir;

8 – horas iguais;

9 – 42;

10 – alergia a luz (texto que propiciou minha primeira entrevista à Folha de São Paulo, bitches!);

11 – chumbo nos batons da natura?

As onze maneiras mais comuns de se chegar aqui via Ask (por que não? Povo ainda usa Yahoo…): [4]

1 – receita de sorvete;

2 – carnaval proibido;

3 – doença toxoplasmose;

4 – josé alexandre barbuto;

5 – medidas de tijolo <= Não tem link porque eu não faço ideia do que se trata. Mas um de oito furos mede 9 por 18 por 18;

6 – mega da virada 2009;

7 – receita de sorvete de massa;

8 – receita sorvete de creme;

9 – banda cheiro verde;

10 – doença de toxoplasmose;

11 – horoscopo 2010.

As onze maneiras mais usadas para questionar a Internet sobre o número 42 que o Google interpreta como sendo da minha alçada:

+42!

42=

42,

42]

#42

“42.”

42 ?

:42:.

42:)

42 ????????????????/

47

Onze frases aleatórias acerca do 42:

42 binário

define: 42

teoria do 42

42 com bolhas

42 mandamentos

42 o que significa ?

42 o que é? nerd

42.: a resposta para a vida, o universo e tudo mais.

420 coisas para se fazer chapado

42 = 666

41 science blogs

E, finalmente, os onze termos mais estranhos usados para se chegar ao 42. (comentado):

11 – como tirar cheiro de suvaco da roupa <= Tome banho antes de se vestir?

10 – frases sobre sustentabilidade na moda <= Este aqui está a prestes de ter uma excelente surpresa.

9 – catarro que não acaba <= Ê fartura!

8 – curar vomito de bebida <= Aí depende. Se for o vinho que estiver vomitando, coloque a rolha de volta. Se for cerveja em lata, acho que um copo é a melhor solução. Se for o champanhe, então é ano novo, divirta-se.

7 – filme idiota 2010 congelado passa a ser o mais inteligente <= O congelado passa a ser o mais inteligente? É um filme sobre criacionistas?

6 – prefiro+ficar+chapado+sozinho <= Excelente. Quanto menos me envolver nisso, melhor.

5 – como é o nome do francês que descobriu a cura da cancar <= François Charlataun

4 – oops! url está incompleta ou url desconhecida !!! <= Sem brincadeira.

3 – como parar de falar cuspindo <= Tomara que seja um colega meu, tomara que seja um colega meu, tomara que seja um colega meu. E tomara que ele aprenda.

2 – como tirar o cheiro do nabo <= Mais alguém leu errado? o/

1 – igor hikari domine sol <= Um dos melhores comentários até hoje no meu blogue. O que me faz lembrar de uma décima segunda categoria, em homenagem a 2012:

Os melhores comentários do ano.

11 – mew axo q eh 6 o numiro do crabuno pq 20 eh numiro d calsio e 5 eh do boro .. ta td na orde alfabeteca mais vrado .. vc coloco os numiro ao crontrario p comprica vey .. mais eu tava prestanu atensao na aula la pq a bateria d meu ifone cabo ea tia num deixo enxe ela .. sacanage ne ? <= É. Tia má. (LINK)

10 – caro colega! vejo que vc conhece bem de homeopatia,mas por que tanta raiva, ela-le encomada? oque não “existe” não deveria preocupa-lo? #certo#!,então use seu tempo para fazer ciência ética e não ficar com possionamento cético irrelutável e sensacionalista,além de tudo glosseiro,há tava me esquecendo eu concordo com o felipe, e vc foi muito mal educado com ele#feio#!para um culto? <= Tem como não amar? (LINK)

9 – Calnes de cerdo o porco saõ rexeitadas por ignorância relixiosa. Como existem muixos médicos Xudeus… <= Não sabia que Xuxa era judia. (LINK)

8 – Vocês sabem que, nos Estados Unidos onde o cuidado com medicamentos é muito maior que no Brasil, mais de 100.000 pessoas por ano morrem apenas devido à IATROGENIA? (…) Que vocês sabem para falar mal da homeopatia? Sabem o que é cancer metastático? <= Portanto, homeopatia é real. Adoro gente assim. (LINK)

7 – Assim como você, muita gente incentiva o preconceito sobre a Homeopatia, e por isso as revistas científicas não saem publicando muito sobre os avanços na área homeopática. Dessa forma, quando publicam, escolhem pesquisas que não incluem a palavra HOMEOPATIA em seu título. <= Porque a melhor forma de publicar um artigo é escondendo as palavras-chave. Homeopatia mexe em alguma coisa no centro da ingenuidade do cérebro das pessoas, eu acho. (LINK)

6 – A homeopatia possui um princípio ativo que não é enxergável. (…) Para a homeopatia fazer efeito, o paciente deve ter sua sintonia alinhada com as energias que a homeopatia oferece. (…) Se vc não crê em homeopatia, ela não fará efeito em você. Se você crê na homeopatia, MUITO PROVAVELMENTE ela fará efeito em você, isto não significa que você deva abandonar outros métodos medicinais. A evolução da humanidade depende de pessoas como você, com seu blog, para que avancemos. Caso contrário, aprenderemos por dor e não por Amor. <= Uma das provas da minha hipótese de que homeopatia é só mais uma forma de religião. (LINK)

5 – homeopatia pode ser usada na eliminaçao de pragas numa plantaçao. utiliza-se o inseto da praga para para criar uma soluçao venenosa para o proprio inseto <= Já pensou se alguém morre no mar? A tragédia que isso causaria para todas as populações costeiras ao redor do globo? (LINK)

4 – a homeopatia em si não tem como provar e tão cedo irá, pois a homeopatia é energia do elemento condensado <= Sem comentários. Vou deixar vocês se deliciarem com a frase. (LINK)

3 – O que acontece é que a homeopatia é uma releitura da industria farmacêutica à luz do pragmatismo. <= É como se essas palavras tivessem sido contempladas em algum sorteio e colocadas nessa ordem por cara-ou-coroa. (LINK)

2 – Muuiittoo!consagro o Daime a dois anos e declaro que nunca senti meu raciocínio tão lúcido e esclarecido como sinto hoje!Compreendi grande segnificado da palavra amor e me livrei de um vício de 20 anos(maconha) (…) Prefiro dizer que esse chá sagrado ,que para nós é a manifestação do ser divino ,é “iluminógeno” <= Reiterando: "nunca senti meu raciocínio tão lúcido e esclarecido como sinto hoje" (LINK);

E, o melhor de todos, do meu colega João Carlos, quando eu disse que homeopatia era "macumba disfarçada de medicina":

1 – Ei!… Mais respeito com a macumba, pô! (LINK)

A maior quantidade de abuso recebido em 2011, ironicamente, empatou entre homeopatas e os médicos (dos que gostam de desfilar de jaleco pelas ruas).

E que venham mais 2012 abusos!

Minha cara de preocupação.

———

[1]Os auto-hemoterapeutas quase não entraram na lista.

Mas calma, amiguinhos! Considerando que aquele é um texto escrito em 2009, vocês ainda chamam minha atenção! Não chorem!

[2]Parabéns ao Twitter pela sua luta constante contra o engodo da indústria da homeopatia, ou Big Homeo, através da campanha #ten23 (aguardem novidades nesta frente).

[3]Pessoal que ainda usa o Yahoo é meio, digamos assim, excitado, né? Mas eu acho bom que a maioria das buscas seja por “carnaval proibido” e que os visitantes se deparem com um exercício em raciocínio crítico.

[4]Já os que acham por bem usar o Ask, ao meu ver, formam a parcela mais aleatória da sociedade. Banda cheiro verde? Sério que isso existe?

Douglas Adams: frases aleatórias

“Eu gosto de prazos. Adoro o barulho que eles fazem quando passam por mim.”

D.N.A

Categorias

tempo

agosto 2017
D S T Q Q S S
« jun    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

espaço

Locations of visitors to this page

desfrute e compartilhe

Creative Commons License
Esta obra de Igor Santos é licenciada sob Creative Commons by-nc-sa.

Sobre ScienceBlogs Brasil | Anuncie com ScienceBlogs Brasil | Política de Privacidade | Termos e Condições | Contato


ScienceBlogs por Seed Media Group. Group. ©2006-2011 Seed Media Group LLC. Todos direitos garantidos.


Páginas da Seed Media Group Seed Media Group | ScienceBlogs | SEEDMAGAZINE.COM